PROCON notifica Huawei, Google e lojistas sobre a situação dos smartphones sem Android
Créditos: Mundo Conectado

PROCON notifica Huawei, Google e lojistas sobre a situação dos smartphones sem Android

O objetivo da notificação é garantir que os consumidores não sejam prejudicados

O PROCON (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) de São Paulo entrou em contato com a Huawei, Google e alguns varejistas que comercializam os produtos, para entender a situação dos smartphones vendidos no Brasil, depois da decisão da Google em não prestar mais suporte do sistema operacional Android para a chinesa. A notificação foi enviada na última quinta-feira (30) e busca uma posição das empresas para dar alguma segurança aos consumidores.

A inclusão da Huawei na "lista negra" de empresas que fazem negócios com os EUA, rompeu os comércios com diferentes setores de tecnologia, entre eles está a Google, dona do sistema operacional usado nos smartphones da empresa. Ela anunciou logo depois do ofício do governo dos EUA que não iria mais certificar novos aparelhos chinesa com o sistema operacional e, não vai mais fornecer as atualizações em seus dispositivos. Para entender melhor a situação entre a Huawei e os EUA veja o vídeo abaixo:

20/05/2019 às 10:23
Notícia

O que acontece agora com os celulares da Huawei? E como fica ...

Explicamos como a ordem executiva pode afetar os aparelhos

O objetivo da notificação não é parar as vendas, mas sim entender a situação, para que os consumidores brasileiros não saiam lesados pela compra. O órgão procura algum tipo de garantia de ressarcimento, tanto pelas principais partes envolvidas, como pelas lojas que estão comercializando os produtos. Na nota, o PROCON SP deixa claro: "O objetivo das notificações é resguardar os direitos dos consumidores e garantir que não sejam prejudicados".

O PROCON informou que além de notificar as principais envolvidas na situação, Google e Huawei, o órgão também enviou o ofício para algumas varejistas, entre elas: B2W, Grupo Pão de Açúcar, Magazine Luiza, Fast Shop, Carrefour e Walmart. Além das operadoras: Oi, Claro, Tim, Vivo e Nextel, já que elas também estão comercializando os aparelhos da empresa.

Das lojas mencionadas acima, algumas já se posicionaram sobre a situação. O Walmart foi o único varejo que declarou que nunca comercializou os produtos da chinesa, ele de fato não estava na lista de parceiros do Brasil da Huawei. Procuradas pelo Estadão, a Vivo informou que irá prestar os esclarecimentos necessários para o PROCON, enquanto a TIM disse que já prestou explicações para o órgão.

24/05/2019 às 15:12
Notícia

Google remove oficialmente todos os dispositivos da Huawei do...

Os dispositivos Mate X e P30 Pro não constam mais na lista de aparelhos Android

O Google respondeu com a mesma declaração oficial: "manter telefones seguros e atualizados é do interesse de todos; continuaremos a manter atualizações e patches de segurança para os modelos existentes pelos próximos 90 dias", sem dar mais detalhes sobre como a situação vai ficar depois desse período. A Huawei disse que todos os smartphones que estão em circulação não serão afetados pelo rompimento com o sistema Android. "Todos os smartphones que já foram vendidos e aqueles que estão atualmente à venda, e em estoque, poderão ser usados normalmente e não serão afetados."

A chinesa já informou que está trabalhando em um sistema operacional próprio, HongmengOS, que deve ser utilizado como um plano B, caso a situação com a Google não seja resolvida. Apesar de ser uma solução para os próximos dispositivos lançados, isso não dá nenhuma segurança para os aparelhos que estão no mercado atualmente. 

Via: Estadão
User img

Ana Luiza Pedroso

Xiaomi adiciona autenticação de dois fatores para contas Mi

Xiaomi adiciona autenticação de dois fatores para contas Mi

Opção de maior segurança estará disponível após um update para a MIUI10


Motorola anuncia One Action, smartphone com câmera exclusiva para vídeos de ação

Motorola anuncia One Action, smartphone com câmera exclusiva para vídeos de ação

O dispositivo possui a mesma proposta de câmeras GoPro e dedica a terceira lente para isso


Huawei traz Watch GT Active ao Brasil pelo preço sugerido de R$ 1.499,00

Huawei traz Watch GT Active ao Brasil pelo preço sugerido de R$ 1.499,00

Smartwatch promete autonomia de até duas semanas e funções de monitoramento


Chrome OS 76 chega com novos controles de mídia estilo Android e desktops virtuais

Chrome OS 76 chega com novos controles de mídia estilo Android e desktops virtuais

Nova versão do sistema operacional da Google foi lançada para seus Chromebooks


Samsung Galaxy A91 teria 4 câmeras, incluindo principal de 108MP [Rumor]

Samsung Galaxy A91 teria 4 câmeras, incluindo principal de 108MP [Rumor]

Vaza roadmap da Samsung com supostas especificações da série Galaxy A para 2020