O problema da China com as bicicletas compartilhadas

Cemitérios de bikes dockless estão espalhados por várias cidades

As bicicletas e patinetes compartilhados chegaram no Brasil. Yellow, Scoo, Grin são exemplos de empresas que atuam aqui no país e devem se expandir ainda mais nos próximos anos.

Se aqui isso é uma novidade, lá fora as bikes compartilhadas, ou dockless, já circulam há bastante tempo. Na China elas chegaram em 2016 e mudaram o dia a dia de muita gente.

Estima-se que mais de 16 milhões de bicicletas compartilhadas circularam por lá no auge da moda. Com um crescimento da competição de mercado, as empresas encheram as ruas de bikes e isso gerou um problemão.

Assista ao vídeo e entenda o problema da China com as bicicletas compartilhadas.

User img

Fabio Feyh

Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Mundo Conectado escreve artigos e análises de gadgets relacionados a fotos e vídeo, como drones e action cams.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.