O método do Facebook para liderar o Metaverso

Mark Zuckerberg aposta em visão de mercado e tática já antiga de Big Techs

Já faz mais de 6 meses da criação da Meta, empresa que seria responsável por Facebook, Instagram, WhatsApp, Oculus e pela implementação do Metaverso. Agora, já com um certo tempo para analisar as propostas, vale a pena olhar para a Meta e analisar sua estratégia. Afinal, por que está tão confiante de que isso pode mesmo dar certo? Além disso, Metaverso, como é proposto, já acontece de forma descentralizada faz um bom tempo, o que a empresa está prometendo exatamente?

Neste vídeo, abordo os principais traços do que parece uma tentativa de agregação, algom muito utilizado por empresas de tecnologia ao longo da história. Os planos, até o momento, não são concretos e partem de uma ideia do próprio Zuckerberg de que tudo que foi apresentado durante o evento em 2021 vai se concretizar com ou sem a participação de suas redes sociais. Isso quer dizer que anunciando primeiro e se preparando para a sua chegada pode ser uma forma de conseguir liderar esse meio.

24/04/2022 às 12:09
Vídeo

Os planos de Zuckerberg e Musk para conectar humanos e máquinas

Como os ricões da tecnologia querem transformar de uma vez por todas nossa espécie

Com algumas das principais redes da atualidade, Zuckerberg aposta que as pessoas criem soluções e que consiga centralizar tudo com suas empresas e os já bilhões de usuários. A Meta também está apostando tudo em tecnologias envolvendo óculos de realidade mista (virtual e aumentada) para preparar as pessoas para interação máxima no mundo digital. No entanto, esta parece uma aposta perigosa, já que hoje parece difícil que todos se adaptem a algo constantemente no rosto para se comunicar com outras pessoas. Um avanço do celular parece mais possível como um próximo passo na era da comunicação do que um óculos altamente tecnológico. De qualquer forma, as tecnologias não nascem de maneira óbvia e ainda assim ele pode conseguir destacar a principal tecnologia das próximas décadas.

Assim como Google, Amazon, Apple, Microsoft, o que a Meta quer é conseguir ligar públicos como já faz com suas redes sociais. Criar os meios de conexão, as ferramentas e permitir que as pessoas criem conteúdos, façam tudo que é necessário para manter o Metaverso ativo. Quando fala sobre avatar, espaços digitais exclusivos, o que a Meta está dizendo é que as próprias pessoas vão poder criar e movimentar todo esse universo. Não está dizendo que ela mesmo vai criar cada espaço, roupa, item ou o que for. E dessa forma é simples pensar que realmente a Meta pode liderar esta que pode ser a próxima revolução digital.

No entanto, vale lembrar que não é a única trabalhando nestas tecnologias. Mark Zuckerberg parece estar enxergando como será o futuro da tecnologia e quer garantir que participe do processo, mas não há como ter garantia de algo assim. A verdade é que ainda assim o Facebook e até outras empresas gigantes podem ficar para trás. Como a Netflix inovou no Streaming e deixou a Blockbuster no chão em sua época de ouro, ou a Microsoft que não conseguiu fazer um sistema competitivo para celulares mesmo dominando o mercado de computadores... Liderar em um tipo de tecnologia não é uma garantia de que vai conseguir manter todos os mercados, mas a agregação de usuários facilita muito a expansão. Como em tudo nesta área, resta esperar e aproveitar as novidades que vão surgindo. Curioso para saber como será esse novo mundo virtual na próxima década.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

User img

Neri Neto

O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Mundo Conectado. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.