Elon Musk no Brasil: tudo que você precisa saber

Homem mais rico do mundo promete internet a 19 mil escolas brasileiras em acordo com o governo

Elon Musk se encontrou nesta sexta-feira (20) com o Presidente Jair Bolsonaro aqui no Brasil para negociar a utilização da internet via satélite da Starlink em regiões do Brasil. Segundo Elon Musk via Twitter, o acordo envolve 19 mil escolas antes sem internet e também o monitoramento da Amazônia, ao que tudo indica pela preservação do local.

A Anatel, Agência Nacional de Telecomunicações, já tinha concedido o direito de atuação à SpaceX aqui no Brasil em janeiro deste ano e agora vemos mais um passo desta tecnologia aqui no país. 

No Brasil, há muitas escolas sem acesso à internet, algo fundamental para o acesso a conhecimento, e no Brasil há regiões de difícil acesso a cabeamento que poderiam ser cobertas por satélites. Só para se ter uma ideia, uma pesquisa do TIC Educação 2020 aponta que na região Norte do país, apenas 51% das escolas têm acesso à internet. A região Centro-Oeste é a que tem mais escolas conectadas, com 98% delas conectadas.


Quem é Elon Musk

Elon Musk é um dos principais nomes da atualidade, um dos mais discutidos e, sem dúvida, alguém que pode ter um grande impacto no futuro da humanidade.

Musk tem patrimônio estimado em US$219 bilhões! Isso é cerca de R$1 trilhão de reais. É o homem mais rico do mundo. Ainda assim, o que mais chama atenção é que é uma figura envolvida nos principais assuntos e principais problemas da humanidade.

E tudo isso gira em torno de suas empresas.

Ele é dono da Tesla Motors, por exemplo, que é considerada a fabricante de carros elétricos mais promissora da atualidade. E que tem como objetivo substituir veículos movidos a combustíveis fósseis por elétricos. É uma empresa não só de carros elétricos mas especializada na gestão de energia, armazenamento, transporte e tudo mais. A ideia para as próximas décadas é começar a fazer robôs domésticos já nas próximas décadas.

Continua após a publicidade

Musk também é dono da Neuralink, que é uma empresa que pretende implantar chips em humanos para conseguir curar doenças envolvendo o cérebro. Então eles querem devolver o movimento de partes do corpo de pessoas que se envolveram em acidentes. Outras aplicações também estão sendo estudadas, como entretenimento.

Além disso, também está por trás da SpaceX, agência espacial privada mais promissora do momento, e que tem a Starship. Projetada para transportar mais de 100 pessoas, ela foi feita para nos levar a Marte a partir da próxima década de 30. 

E até o fim desta década, a SpaceX pretende retornar o homem à Lua com astronautas da NASA. Inclusive, NASA e SpaceX seguem uma parceria já longa desde que a empresa de Elon Musk revolucionou o mercado fazendo foguetes retornáveis e eficientes.


Já sobre a Starlink, essa é uma proposta de levar internet para o mundo inteiro, a cantos remotos do planeta apenas com um equipamento próprio. É um projeto que tem colocado centenas de satélites em órbita para cobrir os principais cantos da Terra. 

Até o momento, foram lançados 2200 satélites, mas a ideia é lançar até 40 mil para conseguir cobrir a maior área possível. Quanto mais satélites melhor a cobertura.

Então, como ela funciona? O usuário compra o equipamento necessário, basicamente uma antena e um roteador ligado à tomada. Com tudo conectado, você faz uma configuração simples e tá pronto para utilizar a internet.

O preço tem a mensalidade de cerca de R$800 e o equipamento comprado fica por volta de R$5000.

Continua após a publicidade


Futuro da internet?

E este pode ser o futuro da internet, a Starlink tem tudo para ser o projeto que vai acelerar as comunicações no mundo.

Só o fato de levar internet a escolas já é algo grande aqui no país. Tecnologia é algo tão discutido, mas infelizmente não existe desenvolvimento tecnológico sem a criação de uma base, sem que as escolas recebam atenção. E conseguir acesso à internet desde as primeiras fases da vida é algo que tem um impacto muito grande no desenvolvimento de uma pessoa. Quanto mais sólida a estrutura dada a uma população mais ela consegue estudar e gerar tecnologia.

E sobre isso ser o futuro. É só pensar que HOJE você precisa de um equipamento até que grande para utilizá la, mas com aprimoramento talvez esteja disponível para dispositivos móveis, um celular por exemplo. Quando comparamos ao 5G, por exemplo, há a vantagem de não precisar de diversas antenas espalhadas pelas cidades. Então é algo bastante promissor.


O tamanho da SpaceX

A SpaceX lidera a concorrência em várias frentes. E isso tá assustando muita gente, do setor privado e também governamental. Mas por quê? Porque a SpaceX não tem concorrência, basicamente. E sem concorrência, podemos ficar dependentes de uma empresa de fora.

Só que, o Brasil está tão atrasado nesse tipo de tecnologia que é até triste pensar no nosso país começando investimentos nestas áreas; lançamento de foguetes, satélites. Estamos tão atrasados que parece não existir outra opção.

Fato é que a SpaceX está mesmo na frente e está difícil imaginar uma concorrência para ela nos próximos anos. Mas tem um cara que está tentando, o nome dele é Jeff Bezos, o pai da Amazon, tá sempre um passo atrás do Elon Musk, mas tá a todo instante tentando.

A SpaceX tem seus investimentos em foguetes e fala em turismo espacial? A Blue Origin, empresa espacial do Jeff Bezos, vai lá e também faz investimentos.

Elon Musk fala em colocar satélites para oferecer internet via satélite no mundo? Jeff Bezos vai lá e faz investimentos para isso também.

Bezos está com o projeto Kuiper, que quer oferecer internet da mesma forma.

Então tudo indica que as empresas de Elon Musk vão chegar primeiro, mas são tecnologias que hora ou outra vão ser desenvolvidas por uma concorrência. Porque, na história, sempre existiu um pioneiro de algo e no fim o conhecimento foi compartilhado.

O ideal era o nosso país conseguir desenvolver suas próprias tecnologias, mas se fosse fácil todo país teria essas tecnologias de ponta, mas a verdade é que poucos estão realmente bem envolvendo essa área. China, Rússia e EUA são os melhores. Rússia e China, inclusive, estão em parceria para começar a construção de uma base na Lua ainda nessa década.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

User img

Neri Neto

O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Mundo Conectado. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.