Os planos de Zuckerberg e Musk para conectar humanos e máquinas

Como os ricões da tecnologia querem transformar de uma vez por todas nossa espécie

Mark Zuckerberg e Elon Musk são dois ricões por trás de empresas gigantes de tecnologia. O primeiro é dono da Meta, que gerencia Instagram, WhatsApp e Facebook. O segundo é dono de SpaceX, Tesla e a mais audaciosa de todas Neuralink. Um tem planos para criar um óculos de realidade mista para conseguir nos conectar de maneira intuitiva com a tecnologia. O outro pensa simplesmente em implantar chips na mente de pessoas para curar depressão, tetraplegia e outras doenças neurológicas. Qual dos dois terá sucesso nessa jornada? O que exatamente querem? É possível que os dois consigam seus objetivos? 

Zuckerberg anunciou sua ideia de conexão entre pessoas e máquinas como metaverso. Para ele, óculos de realidade virtual serão utilizados por todos em algum momento e este será um grande passo na nossa evolução. Ambientes de trabalho poderão ser totalmente virtuais, com reuniões e avatares nos representando. Será possível jogar e ter itens virtuais exclusivos com NFTs e o uso das blockchains. No entanto, é difícil hoje imaginar como poderia trazer esse tipo de realidade mesmo melhorando muito a tecnologia atual. Óculos, mesmo os mais leves com lente para aprimorar a visão já são desconfortáveis para muitas pessoas. Quem utiliza faz isso para enxergar melhor. Como convencer alguém a vestir algo que adiciona algumas funções mais tem 3 vezes o peso de um óculos normal. Além disso, o preço também é fator decisivo e os projetos compartilhados por Zuckerberg ultrapassam os US$300. Mas há esperança para ele, e os investimentos de bilhões estão rendendo frutos que eu comento no vídeo.

Já para Elon Musk a história é diferente. Até porque o que está fazendo é de fato diferente. Elon Musk está fazendo algo que pode ser realmente revolucionário e mirando num primeiro momento em quem tem doenças graves neurológicas. Caso consigam curar suas doenças, é questão de tempo para que o chip seja utilizado para outros fins, até mesmo entretenimento. No entanto, há resistência do nosso corpo a corpos estranhos, não é tão simples encaixar algo em nossa cabeça e esperar que a biologia aceite isso tranquilamente. E de fato, já nos testes da Neuralink, diversos macacos não conseguiram resistir, o que gerou denúncias. De qualquer forma, Musk se mostra sempre confiante (e isso acontece para todos os seus projetos mesmo que não corram bem).

Neste vídeo comento os principais detalhes sobre cada uma das tecnologias e como podem ser o próximo passo para conectar humanos e máquinas.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

User img

Neri Neto

O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Mundo Conectado. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.