Como e por que a Tesla quer fazer robôs?

Com lançamento de novo chip proprietário, empresa pretende treinar máquinas para servir humanos

 Durante um evento focado em suas aplicações de inteligência artificial, a Tesla explicou seus planos para o futuro e como tem trabalhado para aprimorar suas tecnologias.

Um dos primeiros pontos abordados pela empresa é como está construindo uma rede neural capaz de processar dados e transformá-los em instruções para os seus carros.

Durante a última década, a Tesla aprendeu como criar carros inteligentes e acredita que conseguirá fazer isso com outros tipos de robôs

 

Nesse caso, 8 câmeras são posicionadas ao redor do veículo e tudo que é captado por elas precisa ser processado em tempo real. Isso cria uma representação em 3D de todos os elementos que precisam ser entendidos pela máquina. Carros, pessoas, e o que mais entrar no campo de visão é posicionado com previsão estimada de velocidade e direção.

Esse passo a passo seguido foi comparado a um sistema biológico durante o evento. Segundo a Tesla, o carro pode ser visto como um animal, já que sente, compreende o espaço e reage a ele de acordo com o resultado de sua compreensão do espaço em volta.

Arquitetura Dojo

A Tesla também se inspirou no n osso sistema neural para dividir ao máximo o número de processos feitos por suas máquinas. O processamento aleatório garante que uma etapa mais complexa que está demorando para ser concluída não impeça outras importantes.

Continua após a publicidade

Essas e outras decisões foram compartilhadas durante o Tesla AI Day.

A empresa de Elon Musk desenvolveu um chip internamente justamente para treinar suas futuras máquinas

 

E para que todo esse trabalho seja aproveitado ao longo do tempo, um sistema de aprendizado foi desenvolvido a pedido de Elon Musk. O objetivo do projeto é manter a mais alta performance em treinamento de máquinas e uma rede neural de alta complexidade e proporção.

Desta forma, a Tesla está agora o que chama de arquitetura Dojo. Ela é montada para permitir baixas latências com largura de banda extremamente alta. E é escalável, ou seja, pode ganhar proporções muito maiores nos próximos anos. 

Composta por 354 unidades de processamentos feitas para esta nova máquina é possível atingir até 362 TFLOPs. Para efeitos de comparação, o PlayStation 5 atinge 10.3 Teraflops. 

A Tesla aplicou toda esta tecnologia em seu chip feito internamente, o D1.


Tesla Bot

Esta foi a primeira vez que Elon Musk descreveu a Tesla não como uma fabricante de carros elétricas, mas um empresa de robôs que no momento faz carros inteligentes.

Foi com isso que ele introduziu o Tesla Bot, um robô bípede de aproximadamente 1,70m e com capacidades limitadas para não ferir humanos. Por exemplo, ele tem velocidade máxima de 8 km/h, isso para garantir que um humano consiga fugir dele em caso de perseguição ou problema relacionado à falhas na inteligência artificial.

Continua após a publicidade

Pra você que pode estar se perguntando por que diabos um robô bípede? A resposta da Tesla é de que ele será capaz de eliminar tarefas perigosas, repetitivas e entediantes. Ou seja, substituir humanos em tarefas das quais nós não somos muito fãs.

Características do Tesla Robot: 

  • Altura: 1,70m
  • Capacidade de carga: 20kg
  • Peso: 56kg
  • Velocidade: 8km/s
  • Carregamento terra: 68kg
  • Com o braço estendido: 4,3kg
  • Amigável

Sobre o seu funcionamento, sua cabeça carrega componentes responsáveis pela visão e traz também traz informações úteis para as pessoas que vão interagir com o Tesla Bot.

Suas mãos seguem a mesma estrutura das mãos humanas e seu corpo é feito em material leve.

A Tesla também garantiu que já no próximo a empresa pode revelar um protótipo para ele. E apesar de ser muito improvável que isso realmente aconteça de forma surpreendente, o seu triunfo é justamente no fato de que as pessoas estão nas ruas coletando dados para eles.

Com seus data centers, é possível conseguir informações do mundo real e treinar suas máquinas, o que ajudaria a acelerar o processo. Ainda assim, é pouco provável que o Tesla Bot supere o que Atlas, o robô bípede da Boston Dynamics consegue fazer.

Nenhuma outra empresa no mundo (talvez Google), tem hardware e software treinados diariamente nas ruas interpretando o trânsito e o dia a dia dos humanos. Toda a tecnologia aplicada no reconhecimento do conceito de trânsito vai auxiliar este novo robô a viver para auxiliar humanos.

Uma das principais aplicações que a Tesla destaca é a de lidar com as compras do dia. Imagine que ele pode fazer as compras para você, ir até o mercado e voltar com o que você pediu. Isso sem contar a possibilidade de trabalhar comandos com assistente de voz e o funcionamento como uma central da casa inteligente.

Se o Tesla Robot consegue ir para a rua e identificar por onde precisa andar para executar suas tarefas, assim como um carro-robô, não é difícil imaginá-lo conseguindo cumprir essas missões mais simples com deslocamento. Mas sendo sincero, quão incrível terá que ser o treinamento dessa máquina para conseguir distinguir o que você quer em casa ou no mercado.

Elon Musk: infância e início da fortuna do homem mais rico do mundo

Imagine você pedindo para que ele busque maça. Para isso, pode até funcionar bem. Mas pense em algo mais complexo, caso precise utilizar uma marca. Imagine pedir para que ele busque seu iPhone, seu Xiaomi, como ele faria a distinção? Como seria o seu treinamento, precisaria de um banco de dados enorme e cruzado entre todos os Tesla Bots do mundo ou cada um teria um treinamento individual?

O Tesla Bot surge mais como uma promessa do que algo

 

Estas perguntas terão respostas somente pelos engenheiros de altíssimo preparo de dentro da fabricante, mas por hora imagino que nem mesmo eles consigam responder isso. Aqui a gente tá falando muito mais de um conceito do que algo que tem funções específicas. Estamos acompanhando um novo projeto mirabolante de Elon Musk surgir.

Quando a SpaceX foi fundada em 6 de maio de 2002 quantas pessoas diriam que ela construiria um foguete capaz de decolar e pousar economizando milhões de dólares em um lançamento e revolucionando o mercado?

Só um detalhe que quero mencionar aqui, quem achou que seria uma boa ideia lançar o teaser trailer do robô e colocar um homem vestido de Tesla Bot para dançar na sequência? Foi basicamente um expectativa vs realidade. Foi um momento extremamente embaraçoso.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

User img

Neri Neto

O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Mundo Conectado. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama.

Vem aí as Smart TVs 4K baratinhas da Amazon! O que esperar? Fire TV OS + Prime Video + Alexa

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.