Zenfone 8: o menor topo de linha de 2021? Tela de 5.9" e Snapdragon 888 (primeiras impressões)

Tiramos da caixa o pequeno notável da ASUS

Pequeno por fora, grande por dentro. Com esse conceito e baseada em pesquisas internas, a ASUS acaba de lançar o Zenfone 8, seu novo smartphone premium que chega com tela de 5.9 polegadas, abandona o conceito de câmera Flip e vem com Snapdragon 888, até 16GB de memória RAM, 256GB de armazenamento e 4.000mAh de bateria.

Para os criadores de conteúdo, a empresa aposta na chegada do Zenfone 8 Flip, que deixa de ser o produto principal da linha e parece mais uma atualização de hardware em relação ao Zenfone 7, abandonando o Snapdragon 865 e adotando o Snapdragon 888, além de algumas melhorias no motor de rotação do módulo giratório de câmeras, que fica mais preciso e resistente. Os sensores das câmeras são os mesmos.

O produto principal da linha é mesmo o ASUS Zenfone 8! A tela diminuiu de tamanho, mas aumentou a qualidade. Uma tela AMOLED de 5.9", na resolução FullHD, com taxa de atualização de 120Hz e tempo de resposta ao toque de 240Hz, características que permitem uma navegação e uma jogatina mais fluída, com melhor resposta aos comandos na tela. Para quem curte assistir séries e filmes, o suporte ao HDR10+, combinado ao brilho de 1.100 nits e tempo de resposta de 1ms, garantem uma melhor experiência ao assistir filmes com alto alcance dinâmico.

O processador Snapdragon 888 traz para o Zenfone 8 o melhor desempenho disponível em telefones Android na atualidade, com 08 núcleos, sendo 01 Prime, para ótimo desempenho em funções que demandam apenas um núcleo de processamento, outros 03 núcleos de performance para atividades pesadas e 04 núcleos de economia de energia, que combinado ao processo de fabricação do chip em 5nm, entrega um ótimo desempenho, sem comprometer a autonomia do aparelho.

Falando em autonomia, o Zenfone 8 vem equipado com 4.000mAh de bateria, mesma bateria que equipa o Galaxy S21, com a diferença de que o flagship da Samsung traz tela de 6.2", enquanto a ASUS conseguiu essa capacidade em um aparelho com tela de 5.9", ou seja, com menos espaço interno para posicionar os componentes. Isso foi possível graças a um refinamento no processo de fabricação do PCB, a placa mãe do telefone. A ASUS já adotava um PCB de duas camadas, que reduzia a área ocupada pelo PCB, o ROG Phone 5 é fabricado nesse processo. No Zenfone 8 a empresa refinou esse design e trouxe um PCB em duas camadas com a tecnologia interposer, unindo essas duas camadas através de um componentes extra que conecta ambas através de 618 pinos de conexão, o que diminui a área necessária em mais de 30%, sobrando assim mais área interna para outros componentes, incluindo aí a bateria e o módulo P2, por exemplo.

Na parte de áudio, o Zenfone 8 conta com som estéreo impulsionado por dois amplificadores da Cirrus Logic, os mesmos presentes no ROG Phone 5, que entregam ótimo volume e qualidade de som. Possui parceria com a Dirac, o que garante correção de resposta de frequências, com a promessa de um som mais balanceado e preciso, além de tecnologia para melhoria dos graves, o que é sempre um desafio em qualquer telefone devido a falta de espaço interno.

O Zenfone 8 traz duas câmeras na parte traseira, ambos sensores da SONY, sendo uma câmera principal (angular) de 64MP, de abertura f/1.8 com estabilização óptica de imagem (OIS) e tecnologia Quad Bayer, que combina 04 pixels para fazer uma foto de 16MP, mas que permite captar mais iluminação criando um pixel maior, de 1.6 micron, ou no modo de 64MP, para uso em ambientes bem iluminados. O segundo sensor é grande angular de 12MP, um sensor híbrido que permite também tirar fotos macro. Na parte frontal, uma câmera selfie de 12MP.

Possui WiFi 6E, Bluetooth 5, NFC, gaveta para 02 chips Nano-SIM, leitor biométrico na tela e, a novidade: esse é o primeiro Zenfone com proteção IP68, que garante proteção contra poeira e jatos de água, permitindo imersão por até 30 minutos em uma profundidade não superior a 2 metros. O aparelho é ainda protegido pelo Gorila Glass Victus, a melhor proteção disponível no mercado contra riscos na tela.

Todos os modelos contam memória LPDDR5, mais rápidas, e armazenamento UFS 3.1, para maior velocidade de leitura e escrita. A tecnologia Optiflex permite que os apps que você mais usa fiquem armazenados na memória, para rápido acesso. A versão com 6GB/128GB chegará a Europa por €599,00 euros. Possui ainda versões com 8GB/128GB, 8GB/256GB e 16GB/256GB, por nós testada. Não há previsão de chegada no Brasil, mas a minha bola de cristal espera a chegada do aparelho ainda no segundo trimestre.

User img

Jacson Boeing

Apaixonado por tecnologia, gadgets e pelo universo geek em geral, Jacson Boeing é sócio-fundador e Editor do Adrenaline, onde desenvolve um trabalho de bastidores, desenvolvendo parcerias e formas criativas de dominar o universo! Fora os sonhos ambiciosos, também ajuda no desenvolvimento de pautas e escreve esporadicamente sobre tecnologia, além de viajar para cobrir in-loco alguns eventos internacionais considerados importantes dentro da estratégia de expansão do Adrenaline.

Análise do Samsung GALAXY S21 ULTRA: tela INCRÍVEL e câmeras para TODAS AS SITUAÇÕES

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.