Galaxy Book S: notebook ultrafino da Samsung é focado em quem vive na estrada

Ótima tela e desempenho razoável para aqueles que não abrem mão de leveza

 

O Samsung Galaxy Book S é o primeiro notebook lançado pela Samsung pertencente a família Galaxy, um ultrafino, com design premium, super portátil, leve e silencioso. Foi lançado no exterior no final de 2020 e chegou ao Brasil recentemente, nas cores Gold (ouro) e Gray (cinza), a partir de R$ 7.199,00. Lá fora o Book S chegou com processador Snapdragon 8cx, da Qualcomm. No Brasil, o Book S veio equipado com um SoC Intel Core™ i5-L16G7, um SoC híbrido, combinando 01 núcleo de alto desempenho com 04 núcleos de eficiência energética, que dispensa os fans, dissipando o calor de forma passiva.

A tela do Book S entrega uma ótima experiência. Com tela touch IPS de 13.3", consegue reproduzir vídeos na resolução FullHD e garante cores fiéis, bom contraste e ótimo brilho, principalmente quando ativado o modo Outdoor, que faz com que o brilho salte de 350 para 600nits, garantindo boa experiência mesmo quando trabalhando em ambientes super iluminados. Aceita comandos por até 10 toques simultâneos na tela, com um resultado bastante interessante, mudando bastante a forma como eu interagi com o notebook durante o período de teste. O ponto negativo é que a tela não gira 360 graus, dessa forma não temos como usá-lo como um tablet.

Se a tela é excelente, o desempenho é apenas razoável, entregando uma boa experiência nas tarefas básicas do dia a dia como acessar internet, ver vídeos, séries, trabalhar no office ou mesmo editar uma foto, mas deixa a desejar em tarefas mais pesadas como na edição de um vídeo ou em jogos, mesmo os mais leves. Isso porque o Core i5 que equipa o Galaxy Book S foi desenvolvido como uma solução da Intel para fazer frente ao avanço da arquitetura ARM, mesclando apenas um núcleo de performance com quatro núcleos de eficiência energética, justamente pensando no aumento da autonomia do produto. Os gráficos ficam por conta do Intel UHD, e se na 11a geração Core a Intel está entregando um bom desempenho com gráficos integrados Iris Xe, esse ainda não é caso dos gráficos Intel UHD presentes no Core™ i5-L16G7. São ainda 08GB de memória RAM DDR4 e um SSD de 256GB para o armazenamento dos arquivos.

Já a autonomia de bateria do Book S não decepcionou em nossos testes. São 04 células totalizando 42Wh, suficiente para atingir pouco mais de 12 horas de autonomia,permitindo assim passar um dia todo fora da tomada com tranquilidade. O ponto fraco ficou com o carregador de 25W incluso com o produto, que leva cerca de 1h para dar 50% de carga e 2h30 para uma carga completa. Podia ser mais rápido!

Com teclado ABNT retroiluminado, sensor de digitais, webcam de boa qualidade, WiFI 6 e Bluetooth 5.0, o Galaxy Book chegou ao Brasil custando a partir de R$ 7.100,00, mas já está diponível no varejo online a partir de R$ 5.200,00 (8GB de RAM e 256GB de armazenamento).

Qual o público alvo que a Samsung mira com o Book S? Um usuário que vive na estrada, precisa de mobilidade e não quer levar muito peso, entregando boa conectividade, tela e um desempenho que se não impressiona, consegue resolvber a maior parte das atividades báscias da maioria dos usuários.

User img

Jacson Boeing

Apaixonado por tecnologia, gadgets e pelo universo geek em geral, Jacson Boeing é sócio-fundador e Editor do Adrenaline, onde desenvolve um trabalho de bastidores, desenvolvendo parcerias e formas criativas de dominar o universo! Fora os sonhos ambiciosos, também ajuda no desenvolvimento de pautas e escreve esporadicamente sobre tecnologia, além de viajar para cobrir in-loco alguns eventos internacionais considerados importantes dentro da estratégia de expansão do Adrenaline.

Huawei Band 6: unboxing e breve comparativo com a Honor Band 6

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.