Cópias do Windows 10 por menos de R$ 20?! Explicamos o mercado de keys do Windows

Explicamos porque o Windows 10 aparece na internet com uma variedade absurda de preços

Muitos dos usuários do Windows 10 são pessoas que aproveitaram o período de atualização gratuita, podendo passar do Windows 7 ou 8 para a nova versão do sistema sem custo adicional.

Mas teve quem perdeu a chance ou, por qualquer motivo, precisa comprar uma nova cópia agora e esse pessoal pode ficar bem confuso com os preços que aparecem por aí. 

VERSÕES DO WINDOWS 10

Buscando pela internet a fora, dá pra encontrar keys que vão dos R$ 13 aos R$ 1.600. Vamos explicar pra vocês neste vídeo mais ou menos como funciona o mercado de keys da plataforma e tentar ajudá-los a escapar de umas roubadas.

Continua após a publicidade

Vamos começar explicando uma coisa básica. O Windows 10 tem várias versões. Tem o Home, o Pro, Education e para estações de trabalho. Cada versão tem seu preço e, quanto mais caro, mais funcionalidades o sistema vai oferecer, claro.

Então aí a gente já tem um uma diferença no preço. No momento de gravação deste vídeo, no site oficial do Windows, o Home sai por 730, o Pro por 1.099 e o Pro para Workstations custa 1.599.

LICENÇAS DO WINDOWS 10

Continua após a publicidade

Aqui cabe a gente falar só um pouco de tipos de licença. O que mais se vê por aí é OEM e ESD. OEM é uma licença válida pro Windows que já vem instalado. Se você compra um notebook novo e ele já vem com Windows 10, você tem uma licença OEM para o uso desse Windows 10 no produto que você comprou.

Alguns sites vendem licenças nesse formato, mas esse tipo de transação não tem suporte oficial da Microsoft. De novo, licenças OEM são apenas para o uso na compra de produtos que já vêm com o Windows, então quando você encontra uma licença OEM à venda, rolou algum tipo de manobra pra fazer isso.

Mas temos uma variante, a licença COEM. Essa foi feita pro próprio usuário instalar o Windows. Então em vez do seu notebook ou novo computador já vir com o sistema, ele vem separado pra você mesmo instalar. Essa é uma licença nova que só é válida para computadores ou notebooks que nunca tiveram um sistema operacional instalado, nem de outras marcas. Claro, no suporte oficial é isso que é dito. Então é muito importante saber que essa é uma licença completamente legal, mas que só pode ser instalada nessa situação específica.

A licença ESD sim é a licença de venda digital normal. Quando você compra o Windows no site oficial, por exemplo, ele vem com esse tipo. E é desse tipo que costuma ser mais caro.

PREÇOS BAIXOS DEMAIS

O primeiro "truque" para keys mais baratas que às vezes vemos por aí, é o de vender uma licença OEM, que até pode funcionar, mas não é a mais apropriada para esse tipo de transação.

19/06/2020 às 21:36
Vídeo

O que é Windows 10 Iron? Entenda as novidades da atualização ...

Insiders estão começando a testar um grande update para o Windows que chega ano que vem

O segundo "truque", e mais grave, entra mais na pilantragem mesmo. Uma key extremamente barata que você encontre por vendedores não certificados, como no Mercado Livre por exemplo, pode ter vindo por meios inapropriados. É comum, por exemplo, quando bandidos clonam cartões de crédito, eles compram milhares de keys de diferentes produtos para revender depois, então a key que você está comprando pode ter essa origem de roubo. E nesse caso, mesmo que você não esteja com a moral em dia, pode sair também na desvantagem se o dono original do cartão provar que as compras não foram dele. A Microsoft pode invalidar as keys retroativamente e você vai ficar com aquela marca d’água avisando que o seu Windows não é original.

Em casos ainda mais absurdos, de sites realmente falsos e enganadores, tem gente que vende key repetida, ou key gerada por aqueles geradores de hackers para pirataria do programa. Essas chaves podem não funcionar direto ou funcionar temporariamente e logo voltar o Windows pra aquela situação de software pirata.

User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.