iPhone 11 é o novo rei de vendas! Confira o top 10 global de smartphones

Market share: Samsung lidera, com viés de queda. Huawei segue caindo, Apple está estável e Xiaomi continua crescendo

E quando o assunto é qual o smartphone mais vendido em um único trimestre, parece que a Apple só perde para... a própria Apple! Se até pouco tempo o iPhone XR era o smartphone mais vendido do mundo, no primeiro trimestre de 2020 o iPhone 11, com 19.5 milhões de unidades enviadas para o mercado, assumiu o posto de smartphone mais popular.

O Top 10 de smartphones com mais envios tem ainda outros três modelos da Apple: iPhone XR (5), iPhone 11 Pro Max (6) e iPhone 11 Pro (8), o que garante toda a família de iPhones 11 entre os 10 aparelhos mais vendidos em plena pandemia de Covid-19, o que vem afetando fortemente a economia global e, em teoria, deixando as pessoas mais receosas em investir em novos smartphones - tanto que a previsão para 2020 é de queda global de vendas na casa dos 13%.

O top 10 tem ainda três modelos da linha Galaxy A, da Samsung: Galaxy A51 (2), Galaxy A10S (7) e Galaxy A30S (10), além do Galaxy S20+ 5G (9), o primeiro e único smartphone 5G a entrar nessa cobiçada lista. Outra novidade é que pela primeira vez dois produtos da Xiaomi entram na lista ao mesmo tempo. A Xiaomi conseguiu emplacar o Redmi Note 8 (3) e o Redmi Note 8 Pro (4) no top 10, consolidando seu crescimento se comparado ao mesmo período de 2019.

Continua após a publicidade

Já em termos de market share global, a Samsung continua liderando, apesar de queda de aproximadamente 19% nos envios de aparelhos se comparado ao mesmo período do ano anterior. A queda só não foi pior graças ao sucesso da linha Galaxy A, que segurou as pontas. Já a linha Galaxy S, que viu os preços dispararem com o Galaxy S20, segue derrapando e sofre com a crise global.

A Huawei segue em segundo colocado de vendas global, mantendo a mesma posição que a empresa tinha no primeiro trimestre de 2019. A empresa também  apresentou queda acentuada (18%), afetada pela pandemia, mas sobretudo devido a Guerra Comercial entre Estados Unidos e China e a escalada das sanções comerciais impostas a empresa. Essa queda só não foi pior, graças ao ajuste de preços nas linhas P30 e Mate 30, entre outros produtos e devido ao forte desempenho da empresa no mercado chinês.

A Apple trouxe queda mais moderada, caindo cerca de 5% - de 42 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2019 para 40 milhões de unidades no mesmo período de 2020. A empresa não foi tão afetada pela Covid-19 no primeiro trimestre, principalmente graças ao sucesso da linha iPhone 11, que foi lançado em setembro do ano passado e que impulsionou a Apple a liderança do market share global no último trimestre do ano passado.

Continua após a publicidade

A Xiaomi, por sua vez, está na quarta colocação e continua seu crescimento global, tendo atingido pela primeira vez uma participação de 10% de market share, muito graças ao mercado indiano, onde a empresa é líder de mercado e, segundo a Counterpoint, atingiu pela primeira vez o índice de 30% de participação no país impulsionada pelo sucesso do novo Poco e alguns modelos de Redmi que chegaram antes do lockdown.

A quinta colocação varia de acordo com o instituto de pesquisa que libera os dados. A Oppo lidera na lista da Counterpoint, a Vivo na lista da IDC. Fato é que ambas as empresas vão muito bem no sudeste asiático e nenhuma delas está presente de forma oficial no Brasil.

Fonte: CCS Insight, IDC, Counterpoint, Omdia
User img

Jacson Boeing

Apaixonado por tecnologia, gadgets e pelo universo geek em geral, Jacson Boeing é sócio-fundador e Editor do Adrenaline, onde desenvolve um trabalho de bastidores, desenvolvendo parcerias e formas criativas de dominar o universo! Fora os sonhos ambiciosos, também ajuda no desenvolvimento de pautas e escreve esporadicamente sobre tecnologia, além de viajar para cobrir in-loco alguns eventos internacionais considerados importantes dentro da estratégia de expansão do Adrenaline.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.