China desvaloriza a sua moeda e faz com que o mercado de ações tenha o pior dia do ano
Créditos: WCCFTech

China desvaloriza a sua moeda e faz com que o mercado de ações tenha o pior dia do ano

A ação foi uma "resposta" a medida dos EUA que aumenta os impostos para importação de produtos chineses

A guerra comercial estabelecida entre a China e os EUA continua com medidas sendo tomadas em ambos os lados. Em maio o governo estadunidense aumentou muito os impostos de produtos importados da china, e agora, em resposta a essa medida, a China decidiu baixar a cotação de sua moeda de 1 para 7 yuan (moeda da China) em relação ao dólar, ou seja: na atual cotação 1 dólar é equivalente a 7 yuan. Isso vai fazer com que a exportação seja ainda mais barata e vai intensificar a venda dos produtos chineses para outras partes do mundo. Essa medida do governo fez com que o mercado de ações tivesse o pior dia do ano.

Essa atitude pretende atacar diretamente a economia estadunidense, isso porque a proporção de dependência que os EUA possuem em relação aos produtos exportados da China é muito maior do que o inverso. Ainda assim os chineses compram muitos produtos importantes para o país, como a soja por exemplo, mas aparentemente o governo pretende diminuir ainda mais a dependência de produtos vindo dos EUA.

06/05/2019 às 11:56
Notícia

EUA mais do que dobra imposto de importação sobre eletrônicos...

Tarifas foram aumentadas em 2,5 vezes e afetam bolsas de todo o mundo

Essa ação do governo chinês foi a "resposta" a medida adotada pelos EUA que dobrou os impostos para produtos importados da China para solo estadunidense. A atitude chinesa não teve nenhum aviso prévio e também foi sem ameaças, o governo decidiu desvalorizar a sua própria moeda e tomou a atitude depois do Banco Central da China aceitar a proposta. Pelo Twitter, o atual presidente dos EUA, Donald Trump, se pronunciou falando que "A China desvalorizou o preço de sua moeda para uma baixa quase histórica. Isso é chamado de "manipulação da moeda". Você está ouvindo o Federal Reserve? Esta é uma violação importante que enfraquecerá a China ao longo do tempo!"

O Federal Reserve é o sistema de bancos centrais dos Estados Unidos, Trump chama a atenção em seu tweet para o fato da medida adotada pela China ter um impacto negativo para o próprio país a longo prazo. Isso porque há alguns prejuízos em desvalorizar a sua própria moeda, enquanto a exportação aumenta por ficar mais barata, a importação encarece, o que pode diminuir a movimentação do mercado interno da China.

Essa guerra comercial entre os duas primeiras economias do mundo tem impacto global. A China é (ou era) o maior parceiro comercial dos Estados Unidos, essa instabilidade causa problemas na economia mundial, o que foi o responsável por deixar as ações de hoje, 06 de agosto, as mais baixas de todo o ano.  

30/07/2019 às 16:01
Notícia

Mesmo com efeitos da guerra comercial, Huawei registra aument...

Empresa chinesa fechou o primeiro semestre de 2019 com um lucro de US$ 32 bilhões

Continua após a publicidade

Os primeiros impactados são as empresas de tecnologia, como a Apple, que perdeu US$42 bilhões de dólares em valor de mercado com queda de 5,2%. Para conseguir ter uma noção do que isso representa, a AMD, empresa famosa pelos seus processadores e placas de vídeo, vale no total US$30 bilhões. Ou seja, apenas a queda que a Apple teve é maior do que o valor total da AMD. Outras empresas como Nvidia, Micron e IBM também estão registrando baixas em suas ações.

Para entender um pouco mais sobre o assunto veja o vídeo abaixo que te explicamos qual foi uma das primeiras atitudes adotadas pelo governo dos EUA nesta guerra comercial:

Via: WCCFTech
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.