Correio da Suíça suspende as entregas usando drones por tempo indeterminado
Créditos: Swissinfo

Correio da Suíça suspende as entregas usando drones por tempo indeterminado

A medida de segurança foi adotada depois de dois acidentes envolvendo quedas de drones

O correio da Suíça (Swiss Post) decidiu interromper o envio de entregas com drones por tempo indeterminado. Essa decisão foi tomada por medidas de segurança, depois de dois acidentes envolvendo drones, onde um deles apresentou falhas em seu paraquedas, tendo uma queda direta no chão em uma área próxima a pessoas. A Matternet, empresa que disponibiliza as aeronaves não tripuladas, informa que está trabalhando para reforçar as medidas de segurança.

Os drones usados pelo correio da Suíça são desenvolvidos pela Matternet e são do tipo quadcopters. Eles tem capacidade para transportar cargas de até 4,4 libras, que é quase 2kg, o que eleva o peso total da aeronave não-tripulada a um máximo de 22 libras, que é aproximadamente 10kg. Os drones podem sobrevoar em uma área de cerca de 10km e são equipados com um sistema de paraquedas de emergência que é acionado caso alguma coisa de errado.

03/04/2018 às 20:21
Notícia

Drone de entrega russo bate em parede durante seu voo inaugural

Dispositivo custou cerca de US$ 20 mil

O Swiss Post e a Matternet têm usado os drones para entregas durante todo o último ano, até então cerca de 3.000 entregas foram feitas de forma bem sucedida, em três diferentes regiões na Suíça. As aeronaves não tripuladas foram usadas para entregas de suprimentos médicos entre hospitais, entre outras coisas. O uso desta tecnologia permitiu maior eficiência e velocidade nas entregas, algo que não seria possível via transporte terrestre regular.

No entanto, em 25 de janeiro, um dos drones usados caiu no lago de Zurique e as operações foram interrompidas até abril. Depois de liberados os voos, outro drone também caiu em maio, o que foi um dos principais motivos para encerrar as entregas por tempo indeterminado. 

O sistema de emergência para possíveis falhas mecânicas do drone deveria fazer com que as hélices parassem imediatamente de girar, depois disso o paraquedas de emergência é acionado e o drone cai suavemente no chão, fazendo um barulho alto e piscando luzes de emergência para avisar para que quem estiver por perto para sair da área onde o drone fará o pouso, para evitar ferimentos.

No primeiro acidente registrado, no lago Zurique, aconteceu por uma perda de energia para o GPS da aeronave. O sistema de emergência foi acionado e o drone caiu na água com o paraquedas disparado, assim como previsto. Depois da Matternet ter atualizado seus drones com um GPS, bússola e sistema de energia, os serviços de entrega voltaram a acontecer.

15/07/2019 às 22:40
Notícia

Startup Flytrex promove mais de mil entregas usando drones

Companhia utilizou aeronaves do modelo DJI M600 para transporte de pacotes na Islândia

Já o acidente mais recente envolvendo os drones da marca foi mais grave. A causa da falha ainda não foi revelada, mas o Swiss Post sugere que pode ter sido por rajadas de ventos. Assim como previsto no sistema de segurança, o drone lançou seu paraquedas de emergência (apenas dois minutos após o lançamento), mas o cabo de ligação entre o paraquedas e a aeronave foi cortado por uma parte afiada das hélices e caiu diretamente no chão, de forma mais violenta. O jornal alemão Frankfurter Allgemeine Zeitung informou que a queda aconteceu “em uma área arborizada do bairro universitário de Zurique, a apenas 50 jardas [45m] de distância de um grupo de crianças brincando no jardim de infância.” O drone não atingiu nenhuma pessoa, e ninguém ficou ferido.

Apesar da suspensão do serviço, o Swiss Post fez um pronunciamento oficial onde pede que a empresa Matternet faça uma série de melhorias em seus drones para que eles possam voltar a ser utilizados nos serviços de entrega. As medidas que devem ser adotadas são:

- As cordas de paraquedas devem ser reforçadas com tranças de metal;
- O paraquedas será anexado ao drone com duas cordas, em vez de uma;
- O assobio estridente, que alerta as pessoas próximas ao drone quando ele está fazendo um pouso de emergência, ficará mais alto.

A Matternet também se pronunciou sobre o acidente, informando que estão tomando as medidas necessárias para resolver o problema e fazer com que isso não ocorra novamente. 

"Esta é a primeira vez que tivemos uma falha no sistema de pára-quedas do veículo. Como você pode ter lido no relatório, o sistema de terminação de vôo foi acionado nominalmente de acordo com as especificações do drone, mas o cabo de pára-quedas foi cortado durante a implantação do pára-quedas. Nunca havíamos visto uma falha como essa no passado, nem em nossos testes expansivos nem em operações comerciais." - Pronunciamento Matternet

Via: DroneDJ
User img

Ana Luiza Pedroso

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Drones serão utilizados para vistoriar praias australianas

Drones serão utilizados para vistoriar praias australianas

Dispositivos auxiliam na vigilância e operações de busca e salvamento


DCL é o simulador de corridas de drones que pode te levar para competições reais

DCL é o simulador de corridas de drones que pode te levar para competições reais

Jogadores que se saírem bem no jogo vão participar da Drone Champions League


Dji Brasil está com promoção de carnaval com descontos de até 30%

Dji Brasil está com promoção de carnaval com descontos de até 30%

Empresa está com descontos no Tello, Osmo Mobile 2, Mavic Mini e acessórios


Sony pode estar se preparando para lançar seu próprio drone [Rumor]

Sony pode estar se preparando para lançar seu próprio drone [Rumor]

Nova patente datada de outubro de 2019 mostra o drone com formato retangular


Pesquisadores desenvolvem novo design de asa para drones pequenos

Pesquisadores desenvolvem novo design de asa para drones pequenos

Novo design pode tornar drones pequenos de asa fixa muito mais estáveis e eficientes