Nova bateria industrial Tesla Megapack ajudará redes elétricas sobrecarregadas
Créditos: Tesla

Nova bateria industrial Tesla Megapack ajudará redes elétricas sobrecarregadas

Tecnologia promete substituir usinas especiais que operam em momentos de pico

A empresa de energia e montadora de carros Tesla apresentou uma nova bateria massiva chamada Megapack, que chega para auxiliar redes elétricas locais em momentos de pico e sobrecarga. A ideia da companhia de Elon Musk é fazer com que esse novo produto corporativo seja implementado no lugar de usinas de eletricidade especiais que existem apenas com o propósito de fornecer energia para redes sobrecarregadas.

28/07/2019 às 15:11
Notícia

Carros da Tesla vão receber streaming da Netflix e YouTube em...

Vídeos só vão funcionar com o carro parado, por enquanto

Cada Megapack individual é capaz de armazenar até 3 Megawatt-hora (MWh) de energia, sendo que é possível juntar uma grande quantidade deles para criar uma bateria gigantesca com capacidade de mais de 1 Gigawatt-hora. De acordo com a própria empresa norte-americana, isso seria energia suficiente para abastecer todas as residências de San Francisco por um período de seis horas.

Site oficial: Tesla Megapack

A promessa é de que os Megapacks serão entregues totalmente montados para as cidades, incluindo módulos de bateria, inversores bidirecionais, sistema de gerenciamento térmico, disjuntor principal AC e os controles. Ainda de acordo com a Tesla, o novo produto ocupa 40% menos espaço, exige 10 vezes menos peças para ser construído e pode ser montado em um décimo do tempo de outras soluções de armazenamento de energia.


Fonte: Tesla

Segundo a empresa de Elon Musk, a Pacific Gas and Electric (PG&E) irá implementar diversos Megapacks na região de Moss Landing, em Monterrey Bay na Califórnia. Essa é uma das quatro localidades do estado dos EUA onde há planos para instalar soluções de armazenamento de energia mais eficientes.

 
Fonte: Tesla

Via: The Verge
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.