Cartão de crédito Apple Card será lançado em agosto, revela Tim Cook
Créditos: Apple

Cartão de crédito Apple Card será lançado em agosto, revela Tim Cook

Nova investida da Apple chega junto com receita crescente no setor de serviços

A Apple liberou ontem seu relatório fiscal e Tim Cook, CEO da empresa, revelou novidades sobre uma das principais apostas da companhia para este ano: o Apple Card. De acordo com o comandante da firma de Cupertino, o cartão de crédito será lançado em agosto.

Segundo Tim Cook, o novo cartão de crédito já está sendo utilizado publicamente por funcionários da Apple e está preparado para ser lançado nos Estados Unidos. Uma data específica para a chegada da novidade, porém, ainda não foi revelada.


Imagem: Apple

Apresentado durante o evento da Apple em março, o cartão de crédito será feito em parceria com o banco Goldman Sachs, que vai cuidar da estrutura financeira da iniciativa. A fabricante dos iPhones vai colocar seu logo de Maçã no produto e também sincronizar o cartão com o aplicativo Wallet, que será utilizado pelo usuário para gerenciar suas compras e fatura.

Segundo a CNBC, os usuários poderão fazer compras diretamente pelo app ou utilizando o cartão físico, e o aplicativo de carteira vai exibir todas as informações de gastos em categorias, como entretenimento, comida e transporte, por exemplo.

O Apple Card também não terá taxa de anuidade, seguindo a tendência de serviços como Nubank, e substituirá os programas de pontuação por um sistema de recompensa chamado "Daily Cash". A novidade dará 2% do valor gasto em compras utilizando o cartão digital, que funciona direto no aplicativo Wallet. O percentual de dinheiro de volta sobe para 3% quando as aquisições são feitas em lojas oficiais da marca.

As estratégias da empresa com o Apple Card visam fidelizar os clientes e aumentar os ganhos do setor de serviços, que deve se tornar o carro-chefe da companhia nos próximos anos, já que as vendas de iPhones não param de cair. 

25/03/2019 às 18:04
Notícia

Apple TV Plus: Conheça a mais nova plataforma de filmes e sér...

O novo serviço de assinatura chega ainda este ano em mais de 100 países

No último trimestre, a empresa vendeu 12% menos iPhones, seu principal produto atualmente, mas o setor de serviços valorizou 13% nos últimos três meses, rendendo US$ 11,46 bilhões para a companhia de Cupertino, o maior aumento trimestral registrado pela Apple em quatro anos.

Para alavancar ainda mais esse segmento, que inclui a App Store e o Apple Music, a empresa apresentou neste ano um serviço de streaming próprio e uma assinatura de games e outra de notícias, que chegam na segunda metade do ano e devem fazer a diferença nos ganhos da firma.

Via: CNBC, Folha
Galaxy Fold 2: próximo dobrável da Samsung pode ter tela com vidro ultra fino

Galaxy Fold 2: próximo dobrável da Samsung pode ter tela com vidro ultra fino

A fabricante ainda estuda a aplicação, já que o material é melhor e mais caro


Caixa do Xiaomi Mi Note 10 aparece em imagem vazada

Caixa do Xiaomi Mi Note 10 aparece em imagem vazada

Vazamentos também indicam um outro smartphone com câmera de 108MP


Nvidia lidera mercado de chips edge AI, mas concorrência se intensifica

Nvidia lidera mercado de chips edge AI, mas concorrência se intensifica

Relatório da ABI Research traz novos insights sobre hardware para inteligência artificial


Xiaomi já vendeu mais de 100 milhões de celulares da linha Redmi Note

Xiaomi já vendeu mais de 100 milhões de celulares da linha Redmi Note

Sucesso da marca Redmi promete ser ainda maior com a chegada do Redmi Note 8


Samsung registra patente de tela com notch reverso

Samsung registra patente de tela com notch reverso

Design é mais uma tentativa de conseguir uma tela maior