Mesmo com efeitos da guerra comercial, Huawei registra aumento de 23% em receita
Créditos: Kurio

Mesmo com efeitos da guerra comercial, Huawei registra aumento de 23% em receita

Empresa chinesa fechou o primeiro semestre de 2019 com um lucro de US$ 32 bilhões

Os efeitos da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China no começo fizeram com que empresas americanas fossem proibidas de negociar tecnologia com companhias chinesas de tecnologia, e uma das principais prejudicadas nesta disputa foi a gigante Huawei.

Comunicado oficial da Huawei

Entretanto, segundo os números mais recentes liberados pela companhia, apesar do decreto presidencial ter implicado diretamente com algumas áreas extremamente importantes para a Huawei, a interrupção dos negócios com os Estados Unidos não foi suficiente para impedir seu crescimento financeiro neste ano. No relatório do último semestre liberado pela Huawei foi revelado que a empresa faturou 221,6 bilhões de yuans (US$ 32,2 bilhões) somente no segundo trimestre de 2019, alcançando um aumento de 23% em relação ao primeiro trimestre.

02/07/2019 às 19:23
Notícia

Huawei espera aval do governo dos EUA para retorno do Android...

Recentemente, Donald Trump anunciou a retirada das sanções sobre a empresa chinesa

Por conta de algumas restrições baseadas nos termos de privacidade da Huawei, geralmente a companhia não divulga os valores financeiros de lucros detalhadamente. Mas para mostrar seu poder no mercado, pela primeira vez em muitos anos, a empresa revelou seu relatório financeiro oficial.

O documento ainda mostrou que seu  lucro líquido foi de 8,7% sobre receita de 401,3 bilhões de yuans (US$ 58,3 bilhões) nos primeiros seis meses do ano. Resultado esse que foi possível graças a venda de 118 milhões de smartphones, aproximadamente 59 milhões em cada trimestre - um aumento de 24% comparado a 2018. Somente no primeiro semestre de 2019, a Huawei teve uma receita de 220,8 bilhões de yuans (US$ 32,1 bilhões), equivalente a 55% das vendas totais da empresa, o que mostra como a empresa cresceu muito e bastante rápido. 

Um gráfico divulgado pela consultoria de mercado Canalys comparou a Huawei com outras empresas concorrentes como Xiaomi, Oppo, Vivo e Apple, e confirmou que apesar da desaceleração geral do mercado, a chinesa vem crescendo ano a ano e hoje detém 38% do mercado na China. Ao que tudo indica, a empresa vai continuar a se destacar no segmento de tecnologia e deve expandir sua atuação cada vez mais.


 

Via: The Verge Fonte: Huawei
User img

Lucas Alvaro

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Apple contrata especialista para fazer lobby por drones em Washington

Apple contrata especialista para fazer lobby por drones em Washington

Empresa usou aeronaves não tripuladas no passado para coletar dados para mapas


Huawei pode lançar P40 Pro Premium Edition com cinco câmeras [RUMOR]

Huawei pode lançar P40 Pro Premium Edition com cinco câmeras [RUMOR]

O smartphone pode ser a versão mais potente da linha, com zoom de até 10x


Samsung Galaxy S20+ suportará gravação de vídeos com resolução 8K e 30 fps

Samsung Galaxy S20+ suportará gravação de vídeos com resolução 8K e 30 fps

Gravação de vídeo em 4K com 60 fps também será suportada


Da China para o mundo: Huawei enviou 6,9 milhões de celulares com 5G em 2019

Da China para o mundo: Huawei enviou 6,9 milhões de celulares com 5G em 2019

Tecnologia chega ao Brasil neste ano para melhorar a qualidade de conexão móvel


Em investigação, FBI desbloqueia iPhone 11 Pro Max sem auxílio da Apple

Em investigação, FBI desbloqueia iPhone 11 Pro Max sem auxílio da Apple

Governo americano solicitou ajuda da empresa no passado, mas foi negada