Chefe da fabricante de lentes Zeiss diz que câmeras de celulares têm um limite de qualidade
Créditos: Zeiss

Chefe da fabricante de lentes Zeiss diz que câmeras de celulares têm um limite de qualidade

Executivo reconhece a evolução da tecnologia, mas vê limitação no hardware

Michael Kaschke, CEO da Zeiss, acredita que não importa o quanto as câmeras de smartphones fiquem mais avançadas, existe um limite pro quanto uma fotografia tirada pelo celular pode ser boa. O executivo justifica sua afirmação mencionando os limites de hardware e de software que atualmente encontramos nos dispositivos móveis.

A Zeiss é uma das principais fabricantes de lentes para câmeras no mundo, e inclusive assina embaixo dos módulos de diversos smartphones, como um atestado da qualidade de suas fotografias. Ainda assim, Kaschke afirmou numa entrevista recente ao Indian Express que fotógrafos vão continuar preferindo câmeras profissionais porque há um limite para as imagens que um celular consegue produzir.

O primeiro problema é o que todos conhecem: espaço. Por causa de seu tamanho reduzido, um smartphone simplesmente não tem espaço físico para incorporar sensores melhores e outros mecanismos, como um movimento mais amplo de lentes. Os aparelhos tentam compensar isso com o software, no tratamento da imagem, usando recursos como inteligência artificial e machine learning. Kuschke acredita que esse aspecto dos aparelhos também está nos seus passos iniciais e tem limitações. Colocar mais lentes no aparelho, então, não significa, necessariamente, uma grande melhora na qualidade das imagens.

25/02/2019 às 10:50
Notícia

Divulgadas primeiras fotos tiradas com o Nokia 9 PureView

Smartphone tem cinco câmeras e foi apresentado ontem durante a MWC 2019

A fala do CEO da Zeiss é interessante especialmente se levando em conta que a companhia trabalhou com a HMD Global na criação do Nokia 9 PureView, que conta com um conjunto de cinco câmeras. Claro que Kaschke ainda defende o aparelho como sendo capaz de tirar ótimas fotografias, mas sua entrevista realmente dá a entender que ele não acredita que vamos ver as câmeras profissionais sumirem por causa dos celulares. O que faz sentido, já que este segmento ainda tem os clientes mais importantes para a Zeiss atualmente.

Via: WCCFTech Fonte: Indian Express
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Conheça o Luna! O novo serviço de STREAMING de JOGOS da Amazon

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.