Analista prevê Huawei vendendo 260 milhões de celulares em 2019, ultrapassando expectativas
Créditos: TechSpot

Analista prevê Huawei vendendo 260 milhões de celulares em 2019, ultrapassando expectativas

Projeção anterior era de enviar 250 milhões de smartphones este ano, mas empresa pode se sair melhor

A Huawei pode acabar distribuindo um total de 260 milhões de unidades de seus smartphones ao redor do mundo neste ano. A previsão vem de um analista econômico, diretamente da China, chamado Guo Minghao.

Se a previsão de Minghao se provar verdadeira, a Huawei vai acabar ultrapassando as expectativas anteriores, já que outras análises tinham a projeção da empresa distribuir até 250 milhões de unidades de seus aparelhos até o final de 2019. Um excedente de 10 milhões de celulares na perspectiva inicial do mercado certamente vai impactar muito positivamente em suas a ações, especialmente levando-se em conta que este ano foi especialmente complicado para a companhia, devido aos atritos econômicos entre os governos da China e Estados Unidos.

Segundo o analista, a Huawei está tendo vendas tão aquecidas devido ao seu sucesso na China, que é conhecido até para pessoas fora do ramo das análises econômicas. Ele cita também outros mercados em que a companhia estaria se destacando, mas não entra em detalhes de quais. O Brasil conta como uma recente e importante expansão para a Huawei tentando emplacar novos usuários, mas, além de informações da própria empresa, não temos ainda análises de terceiros a respeito do impacto da chegada da companhia por aqui em seu sucesso no geral.

O principal mercado para a companhia continua sendo o de entrada e intermediário, onde seus aparelhos mais se destacam, assim como uma de suas principais adversárias, a Xiaomi.

15/07/2019 às 11:35
Notícia

Harmony OS aparece como mais um possível nome para o sistema ...

Empresa registrou o nome na Europa - sistema misterioso tem sido chamado de HongMeng OS

Atualmente a Huawei está com menos problemas para vender seus dispositivos em mercados fora da China, já que as restrições do governo dos EUA foram suspensas, mas a empresa está investindo também em medidas para contornar possíveis futuros problemas, como o desenvolvimento de um sistema operacional próprio, o HongMeng OS, que hoje mesmo ganhou um possível novo nome: Harmony OS. Se a Huawei conseguir se tornar cada vez mais independente, vai poder se mostrar uma verdadeira potência nos próximos anos.

Fonte: GSMArena
User img

João Gabriel Nogueira

GeForce Now, plataforma de streaming de games da Nvidia, vai chegar aos celulares Android

GeForce Now, plataforma de streaming de games da Nvidia, vai chegar aos celulares Android

A expansão vai acontecer até o final do ano e contará com aparelhos high-end da Samsung e LG


Golpe que clona contas de WhatsApp já atingiu cerca de 8,5 milhões de brasileiros

Golpe que clona contas de WhatsApp já atingiu cerca de 8,5 milhões de brasileiros

Os danos vão desde vazamento de conversas privadas até pedidos de depósitos bancários


Xiaomi Mi 9T Pro é lançado com Snapdragon 855 a partir de $399 euros

Xiaomi Mi 9T Pro é lançado com Snapdragon 855 a partir de $399 euros

O aparelho já pode ser encontrado na França, Alemanha, Espanha e Polônia


Oppo anuncia Realme 5 e 5 Pro com conjunto de quatro lentes traseiras e até 8GB de RAM

Oppo anuncia Realme 5 e 5 Pro com conjunto de quatro lentes traseiras e até 8GB de RAM

Smartphones vão estar disponíveis dia 27 de agosto e 4 de setembro por a partir de US$140


Xiaomi já está trabalhando na Mi Band 5, revela fabricante da smartband

Xiaomi já está trabalhando na Mi Band 5, revela fabricante da smartband

Huami, que cuida da produção da pulseira inteligente, confirmou a próxima geração do produto