Honor supera Xiaomi em vendas online na China no primeiro trimestre de 2019
Créditos: Digital Trends

Honor supera Xiaomi em vendas online na China no primeiro trimestre de 2019

Empresas competem pelo topo no maior mercado de celulares do mundo

A Honor conseguiu emplacar o topo da lista de marcas que mais vendem celulares online na China para o primeiro trimestre comercial de 2019. A empresa superou a Xiaomi na terra natal das duas companhias, que é o maior mercado de smartphones do mundo.

21/05/2019 às 10:55
Notícia

Honor anuncia o Honor 20 Pro e o Honor 20, seus novos celular...

Aparelhos chegam com quad-câmeras avançadas e processador Kirin 980

A Honor ficou com 24% das vendas para o primeiro trimestre de 2019, dois pontos a mais do que a segunda colocada, a Xiaomi, que fechou com 22%. É interessante notar que a Huawei cresceu em relação ao mesmo período do ano passado, emplacando o terceiro lugar do ranking de vendas online com 16% dos smartphones distribuídos. Isso é especialmente importante para a gigante chinesa se levarmos em conta que tanto Huawei como Honor são marcas da mesma empresa, garantindo a primeira e a terceira posição das vendas. A Apple, gigante no mundo todo, conseguiu apenas o quarto lugar nas vendas online na China, com 10%. 

Os dados são da Counterpoint, empresa especializada em pesquisa de marketing. Além das importantes informações sobre o posicionamento da Honor no mercado online, a companhia divulgou informações a respeito das maiores plataformas de vendas no mercado online chinês, onde podemos ver uma dominação quase completa de duas lojas:

A JD e a Tmall contam com 48% e 23% do mercado, respectivamente, somando mais de 70% de todas as vendas mobile realizadas no último trimestre na China, um número respeitável. Segundo James Yan, diretor de pesquisa da Counterpoint, "a importância desses apps de terceiros não pode ser subestimada como um importante canal de marketing para OEMs devido à grande base de usuários desses aplicativos."

É interessante notar também que, enquanto a China segue como o maior mercado do mundo, o país, no geral, está também sofrendo com o desaquecimento nas vendas de smartphones que afeta todo o mundo. Segundo os dados da Counterpoint, o mercado de celulares na China fechou em 24% no primeiro trimestre de 2019, uma queda em relação aos 28% que tinha para o mesmo período do ano passado.


Créditos de imagens: Counterpoint

Fonte: Gizmochina
User img

João Gabriel Nogueira

GeForce Now, plataforma de streaming de games da Nvidia, vai chegar aos celulares Android

GeForce Now, plataforma de streaming de games da Nvidia, vai chegar aos celulares Android

A expansão vai acontecer até o final do ano e contará com aparelhos high-end da Samsung e LG


Golpe que clona contas de WhatsApp já atingiu cerca de 8,5 milhões de brasileiros

Golpe que clona contas de WhatsApp já atingiu cerca de 8,5 milhões de brasileiros

Os danos vão desde vazamento de conversas privadas até pedidos de depósitos bancários


Xiaomi Mi 9T Pro é lançado com Snapdragon 855 a partir de $399 euros

Xiaomi Mi 9T Pro é lançado com Snapdragon 855 a partir de $399 euros

O aparelho já pode ser encontrado na França, Alemanha, Espanha e Polônia


Oppo anuncia Realme 5 e 5 Pro com conjunto de quatro lentes traseiras e até 8GB de RAM

Oppo anuncia Realme 5 e 5 Pro com conjunto de quatro lentes traseiras e até 8GB de RAM

Smartphones vão estar disponíveis dia 27 de agosto e 4 de setembro por a partir de US$140


Xiaomi já está trabalhando na Mi Band 5, revela fabricante da smartband

Xiaomi já está trabalhando na Mi Band 5, revela fabricante da smartband

Huami, que cuida da produção da pulseira inteligente, confirmou a próxima geração do produto