China Southern Power Grid desenvolve técnica de inspeção de redes elétricas com drones
Créditos: DJI

China Southern Power Grid desenvolve técnica de inspeção de redes elétricas com drones

Companhia utiliza aeronaves não tripuladas para monitorar 45.000km de linhas de transmissão

A empresa chinesa de fornecimento de energia elétrica, China Southern Power Grid (CSG), desenvolveu um método inédito de inspeção de redes elétrica usando drones da fabricante DJI. A companhia fundou um centro de inovação tecnológico próprio no ano passado, exatamente com o objetivo de promover a pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias como essa.

04/07/2019 às 13:07
Notícia

Xiaomi lança robô do Homem de Ferro do filme Vingadores: Ulti...

Minirrobô usa a armadura MK50 e conta até com máscara retrátil e display de LED

A China Southern Power Grid é responsável por 45.000km de linhas de transmissão posicionadas através de 5 províncias da região sul do país. Trata-se de uma área total de mais de um milhão de quilômetros quadrados, onde mora uma população de mais de 254 milhões de pessoas, distribuídas em 87 milhões de domicílios.

"O ano de 2018 foi um marco para a CSG. Primeiro, o planejamento de rotas se tornou mais preciso com os novos recursos de laser de seus drones, tornando padrão a construção de modelos 3D nas rotas de destino. Isso permitiu que drones multi-rotor, como o DJI Matrice 200, realizassem inspeções completamente automáticas ao longo da rota, capazes de inspecionar 36 torres com 3 pontos de aterrissagem com mínima interferência humana".
Comunicado oficial da DJI

Nos últimos anos, a empresa estava utilizando métodos tradicionais para fazer as inspeções dessas redes. Isso incluía até mesmo o uso de helicópteros tripulados num esforço que exigiu o investimento de uma grande quantidade de recursos — e ainda assim foi suficiente para apenas 11.000 de redes elétricas (menos de um quarto do total).

"A inteligência artificial também foi integrada às operações. Com algoritmos inteligentes de reconhecimento visual, os drones puderam relatar visões em tempo real com a identificação de componentes. Os inspetores podiam ver as imagens nítidas com marcas de sinal de componentes como isoladores de vidro e conexões de ligação de vários quilômetros de distância na tela do controlador".
Comunicado oficial da DJI

Em busca de resolver isso, a CSG tem promovido testes com drones desde 2012. A princípio, foram utilizadas aeronaves não tripuladas em nove cidades diferentes, em testes que comprovaram menores gastos e resultados de alta qualidade. Em 2015, a China Southern Power Grid já utilizava 387 unidades de drones e tinha 36 pilotos certificados. Os gadgets conseguem fazer as inspeções três vezes mais rápido em comparação com métodos tradicionais.

"A frota de drones da CSG tinha asas fixas e drones multi-rotor. Os pesquisadores rapidamente perceberam os prós e contras de ambos. As asas fixas tinham um tempo de voo mais longo, o que mostrava uma maior capacidade de cobrir distâncias mais longas com um único voo, enquanto os multi-rotores conseguiam captar imagens aéreas detalhadas com modos de voo mais flexíveis e controláveis. Com isso, surgiu a mistura e a combinação perfeita".
Comunicado oficial da DJI

Tabela comparativa mostra como o Dji Mavic Mini pode se encaixar nos produtos da empresa

Tabela comparativa mostra como o Dji Mavic Mini pode se encaixar nos produtos da empresa

O drone ainda não foi confirmado, mas deve ser um dos menores da empresa, com 245 gramas


Tesla terá aluguel de telhados solares como opção mais acessível nos Estados Unidos

Tesla terá aluguel de telhados solares como opção mais acessível nos Estados Unidos

Programa Rent Solar vai estar disponível apenas em algumas cidades do país por US$ 50 mensais


Tempo de trégua entre empresas dos EUA e Huawei pode ser prolongado por mais 90 dias

Tempo de trégua entre empresas dos EUA e Huawei pode ser prolongado por mais 90 dias

Sem essa renovação a Huawei estaria oficialmente banida de fazer transações comerciais com os EUA


Redmi vai lançar sua primeira Smart TV no dia 29 de agosto

Redmi vai lançar sua primeira Smart TV no dia 29 de agosto

Subsidiária da Xiaomi já vai começar com display massivo de 70''


Pia inteligente da Xiaomi é anunciada a partir de CNY1.999 (US$284)

Pia inteligente da Xiaomi é anunciada a partir de CNY1.999 (US$284)

O dispositivo é o mais recente resultado de financiamento coletivo da chinesa