Processadores Ryzen 3000 aquecem a competição com Intel
Créditos: Foto: Adrenaline

Processadores Ryzen 3000 aquecem a competição com Intel

AMD lançou nesse domingo suas novas CPUs para usuários domésticos

Nesse domingo a AMD, empresa especializada na produção de chips computacionais, introduziu uma nova linha de chips para consumidores domésticos baseados na nova tecnologia de 7 nanômetros. Além das placas de vídeo Radeon RX 5700, a empresa trouxe ao mercado processadores da linha Ryzen 3000 equipados com esse novo recurso.

Os processadores de 7 nanômetros foram lançados inicialmente para servidores e supercomputação, caso dos modelos Epyc, e agora chegam aos usuários domésticos que pretendem montar seu computador. A mudança para a tecnologia de 7nm traz benefícios semelhantes aos dos chips para smartphones: aumentam a eficiência energética, reduzem o aquecimento e viabilizam mais performance. 

Além dessa mudança da tecnologia, a empresa introduziu a nova microarquitetura, a Zen2, que tem como principal novidade aumentar a quantidade de memória cache do chip. O objetivo é claro: alcançar a rival Intel em atividades que os processadores Intel Core se saem melhor, devido a comunicação mais ágil desses CPUs com as memórias. Entre os principais afetados estão os games.

Na análise publicada pelo site Adrenaline ficou evidente o salto de desempenho em jogos, comparado a modelos antecessores da linha Ryzen 2000. Mesmo sem ultrapassar a rival, e seus modelos Core, as diferenças foram bastante reduzidas. Na outra ponta, porém, a empresa fica na vantagem: em aplicações profissionais e de renderização, a maior quantidade de núcleos dos Ryzen fazem com que o Ryzen 5 3600, processador com custo de US$ 199, consiga rivalizar com o Intel Core i7-8700K, vendido por US$ 349.

A nova linha de processadores Ryzen 3000 também aproveitou a litografia menor para introduzir modelos com uma contagem maior de núcleos, os Ryzen 9. Com eles é possível chegar a até 16 núcleos, caso do Ryzen 9 3950X, configuração que deve trazer mais benefícios principalmente nos cenários de aplicações profissionais.

Os modelos Ryzen 3000 já estão disponíveis em diversos lojistas nacionais, sendo que diversos dos modelos de placas-mãe já usadas nas linhas anteriores tem suporte aos novos modelos. 

Continua após a publicidade
User img

Diego Kerber

Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego colabora com a Adrenaline na produção de notícias e artigos na coluna "Vida Digital".

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.