Renderização de cases para o Galaxy Note 10 revelam sensores ToF nas câmeras
Créditos: Digigeenius

Renderização de cases para o Galaxy Note 10 revelam sensores ToF nas câmeras

Sensores devem trazer melhorias para aplicações AR, reconhecimento facial e de profundidade

A Samsung anunciou recentemente que vai apresentar o Galaxy Note 10 em agosto então já era de se esperar que rumores e vazamentos sobre os novos dispositivos começassem aparecer entregado algumas das suas surpresas antes da hora. E para variar um pouco, a fabricante de case e acessórios para smartphones, Olixar - a mesma que entregou o design do iPhone 11 - pode ter revelado mais um detalhe sobre as câmeras dos novos aparelhos.

A empresa também já havia revelado o visual dos Galaxy Note 10 e Galaxy Note 10 Pro, mas agora sua mais nova renderização de capinha confirmou os rumores de que os próximos smartphones da Samsung terão sensores 3D Time of Flight em suas câmeras, os mesmos usados no Huawei P30 Pro, na câmera giratória do Galaxy A80 e na configuração de câmeras do Galaxy S10 5G

13/06/2019 às 19:48
Notícia

Vazamento revela supostas datas de lançamento do Galaxy Note ...

Roadmap da Verizon aponta chegada dos dispositivo entre agosto e Setembro

Os sensores conhecidos como ToF são capazes de mapear o ambiente com o uso do infravermelho pulsante, permitindo que o dispositivo calcule a distância de objetos na composição do cenário e a profundidade de campo do ambiente, entregando uma boa percepção espacial. Com isso, as câmeras dos novos Galaxy Note 10 deverão entregar mais precisão nas fotos com o Modo Retrato e melhorias significativas na renderização de imagens bokeh (fotos como áreas fora de foco). Além disso, os sensores devem ser bastante úteis para dar um upgrade na execução de aplicações com realidade aumentada e até mesmo no reconhecimento facial, já que será capaz de identificar mais pontos de mapeamento no rosto do usuário sem a necessidade de uma luz localizada, softwares ou IA (inteligência artificial). 

As cases não deixaram claro se teremos um ou dois sensores dedicados as câmeras frontal e traseira e nem mesmo se estarão presentes nos Galaxy Note 10 ou apenas no dispositivo mais avançado da linha. Na renderização apenas o Galaxy Note 10 Pro tem o recorte na parte dos sensores, o que nos leva a acreditar que será uma das exclusividades do modelo topo de linha. 

Outra novidade é que a fabricante de lentes sul-coreana, Kolen, responsável pelos aparelhos da linha Galaxy S e Note, está investindo US$ 21,6 milhões para construir uma nova sede no Vietnã para aumentar sua produção de 13 milhões para 25 milhões de lentes.

Se isso terá um impacto nos novos Galaxy Note 10 e se os aparelhos vão contar com os sensores ToF vamos ficar sabendo apenas no dia 7 de agosto, quando a Samsung vai revelar os dispositivos oficialmente. 

Via: PhoneArena, GSMArena
User img

Lucas Alvaro

Microsoft admite que Android é o melhor sistema para smartphones

Microsoft admite que Android é o melhor sistema para smartphones

Dispositivo dobrável Surface Duo roda Android e traz o SoC Snapdragon 855


Análise: Asus ZenFone 6 - câmera giratória é um dos melhores e mais criativos designs do ano

Análise: Asus ZenFone 6 - câmera giratória é um dos melhores e mais criativos designs do ano

Aparelho evolui seu celular e entrega experiência de topo de linha por preço mais barato


ROG Phone II, celular especializado em games da Asus, chega por R$ 4.499

ROG Phone II, celular especializado em games da Asus, chega por R$ 4.499

Aparelho possui componentes de alta performance focados em melhorar a experiência com jogos


Huawei nova 5z é oficializado com Kirin 810 e quatro câmeras traseiras

Huawei nova 5z é oficializado com Kirin 810 e quatro câmeras traseiras

O smartphone vai começar a ser vendido na China no dia 1 de novembro a partir de 1599 yuan


Modo escuro proporciona uma economia de até 30% na bateria do iPhone, indica teste

Modo escuro proporciona uma economia de até 30% na bateria do iPhone, indica teste

Testes realizados pelo canal PhoneBuff demonstram que esse recurso é muito eficiente para economizar bateria - ao menos em telas OLED