Samsung é acusada de propaganda enganosa em seus Galaxy resistentes à água na Austrália
Créditos: Samsung

Samsung é acusada de propaganda enganosa em seus Galaxy resistentes à água na Austrália

Agência regulatória australiana considera que anúncios da fabricante não mostram realidade

A agência australiana de defesa ao consumidor está processando a Samsung por "propaganda enganosa" devido aos anúncios da empresa que dão a entender que é seguro usar seus smartphones Galaxy perto da água, especialmente da linha Galaxy S. Os aparelhos contam com resistência IP68 desde 2016, mas o órgão governamental afirma que as propagandas mostram situações que não são protegidas pelo certificado.

09/04/2019 às 19:46
Artigo

Entenda o que são as siglas de certificação IP67 e IP68 e se ...

O código IP se divide em dois dígitos, o primeiro indica proteção à poeira e o segundo proteção à água

Antes de mais nada é importante deixar claro que um aparelho ser resistente contra água não é o mesmo que dizer que ele é à prova d'água. Um dispositivo à prova d'água foi feito para permitir seu uso submerso, enquanto um aparelho resistente tem apenas proteção para casos de acidentes. No caso do certificado IP68, é assegurado que o aparelho pode ser submerso a até 1,5 metro de profundidade por até 30 minutos em água fresca e isso não vai impactar na vida útil de seu funcionamento.

"Água fresca" é um ponto chave da reclamação da Australian Copetition and Consumer Comission (ACCC), a agência que acusa a Samsung de propaganda enganosa. A organização afirma que avaliou aproximadamente 300 propagandas, onde os smartphones são mostrados em situações não aprovadas pela sua proteção, como na praia ou em piscinas - que têm cloro. A reclamação da ACCC se refere especificamente a dispositivos lançados desde o Galaxy S7, de 2016, que introduziu o IP68 na linha, que se mantém até hoje.

"A ACCC considera que as propagandas da Samsung enganosamente deram a entender que os celulares Galaxy poderiam ser usados em ou expostos a todos os tipos de água, incluindo no oceano e piscinas, e não seriam afetados por tais exposições à água pela vida útil do aparelho, quando este não é o caso. A Samsung mostrou os celulares Galaxy usados em situações em que eles não deveriam ser usados para atrair consumidores."
Rod Sims, diretor da ACCC

A Samsung se defende das acusações e considera que seu marketing não foi enganoso, mesmo mostrando essas situações que não são protegidas pelo IP68:

" A Samsung apoia seu marketing e propaganda da resistência contra água de seus smartphones. Nós também estamos confiantes de que oferecemos aos consumidores soluções gratuitas de uma maneira consistente com as obrigações da Samsung sob a garantia da fabricante e a lei australiana. A satisfação do consumidor é uma prioridade importante para a Samsung e estamos comprometidos a agir no melhor interesse de nossos consumidores."

Fonte: CNET
User img

João Gabriel Nogueira

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Xiaomi Mi 10

Xiaomi Mi 10

Confira a ficha técnica


iPhone 11 atinge 109 pontos nos testes de câmera do DxOMark

iPhone 11 atinge 109 pontos nos testes de câmera do DxOMark

Celular da Apple conseguiu 112 pontos para foto e 101 para vídeo


Samsung promove testes para lançar Bixby em português do Brasil

Samsung promove testes para lançar Bixby em português do Brasil

Assistente virtual já está disponível no idioma em versão beta para donos do Galaxy S10


Motorola Razr agora tem uma nova data de lançamento: dia 6 de fevereiro

Motorola Razr agora tem uma nova data de lançamento: dia 6 de fevereiro

Depois de ser adiado, celular dobrável chega às prateleiras pela Verizon no mês que vem


Crowdfunding para o MNT Reform, notebook 100% open-source, deve começar em fevereiro

Crowdfunding para o MNT Reform, notebook 100% open-source, deve começar em fevereiro

O computador é fabricado completamente através de materiais de código aberto