Exército dos EUA posicionado no Afeganistão começará a usar mini-drones militares em breve
Créditos: FLIR Government & Defense-Reprodução Youtube|DefesaNet

Exército dos EUA posicionado no Afeganistão começará a usar mini-drones militares em breve

Os drones vão auxiliar principalmente na exploração de terreno e identificação de inimigos

O Exército dos EUA posicionado no Afeganistão vai começar a testar em breve algumas unidades de drones minúsculos da FLIR Systems Inc. O 1º Batalhão do 508º Regimento de Infantaria Para-Quedas da 82ª Divisão Aerotransportada (Airborne) começará a usar os dispositivos no próximo mês enquanto outros elementos da brigada trabalham para descobrir a melhor maneira de usá-los.

24/06/2019 às 22:52
Notícia

DJI anuncia que começará a fabricar drones governamentais den...

Companhia busca fortalecer confiança norte-americana em meio a guerra fiscal com a China

Os drones Black Hornet tem pouco mais de 16 centímetros de comprimento e pesam 33 gramas. Eles têm um alcance de 2 quilômetros e podem voar por pouco menos de meia hora.

Cada um tem três de câmeras, uma delas sendo específica para imagens térmicas, e pode enviar tanto vídeos ao vivo quanto imagens estáticas para o operador. Além disso, comandos e dados enviados entre o drone e seu controlador são criptografados para protegê-lo de hackers, segundo o comunicado divulgado em maio de 2018 pelo Exército norte-americano.

De acordo com o Army Technology, os drones são projetados para “auxiliar os soldados desmontados no campo de batalha”. Isso quer dizer que os oficiais poderiam explorar os terrenos próximos e procurar soldados inimigos que poderiam não ser vistos de outra forma.

"Esse tipo de tecnologia será um salva-vidas para nós porque nos tira do perigo e reforça nossa capacidade de executar qualquer missão de combate em que estamos."

- Sargento Ryan Subers

Inicialmente, o Exército comprou os Black Hornets para testes com as unidades das Forças Especiais em 2016. No final de abril deste ano, a 3ª Brigada de Combate da 82ª Airborne começou a treinar com os drones, construindo uma variedade de cenários nos quais eles poderiam ser usados. 

29/06/2019 às 14:57
Notícia

Drone dos EUA que foi abatido pelo Irã custou 220 milhões de ...

Os Estados Unidos são acusados de invadir o território iraniano sem permissão

Além de um contrato de US$ 2,6 milhões, o Exército dos EUA disponibilizou em janeiro deste ano quase US$ 40 milhões para a FLIR fornecer os seus drones ao seu programa Soldier Borne Sensor. O acordo incluiria 9.000 sistemas, cada um com dois drones. No entanto, a empresa não pôde confirmar o número de dispositivos que serão entregues.

Via: The Verge Fonte: Stars And Stripes

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Drones ajudam a identificar resíduos plásticos em oceanos com IA

Drones ajudam a identificar resíduos plásticos em oceanos com IA

Organização The Plastic Tide utiliza tecnologia presente no Phantom 4 da DJI para detectar e classificar tipos de lixo


DRONES - Nova legislação dos EUA pode tornar ilegal TODOS os drones atuais

DRONES - Nova legislação dos EUA pode tornar ilegal TODOS os drones atuais

O Remote ID pretende rastrear todos os drones em tempo real


Pombo drone consegue dobrar asas para se tornar mais ágil

Pombo drone consegue dobrar asas para se tornar mais ágil

PigeonBot pode dobrar, estender e mudar a forma de suas asas como os pássaros reais


Apple contrata especialista para fazer lobby por drones em Washington

Apple contrata especialista para fazer lobby por drones em Washington

Empresa usou aeronaves não tripuladas no passado para coletar dados para mapas


Mauritânia usará drones para combater gafanhotos do deserto

Mauritânia usará drones para combater gafanhotos do deserto

Gafanhoto do deserto é descrito como a praga migratória mais perigosa do mundo