Vulnerabilidade do Microsoft Excel pode afetar 120 milhões de usuários
Créditos: Wikipedia

Vulnerabilidade do Microsoft Excel pode afetar 120 milhões de usuários

Falha de segurança permite que hackers tomem sistema do usuário e lancem malware remotamente

Pesquisadores descobriram uma falha de segurança no editor de planilhas Microsoft Excel, que tem o potencial de afetar um total de até 120 milhões de usuários. Os responsáveis pela descoberta fazem parte da equipe Mimecast e encontraram uma vulnerabilidade na ferramenta Power Query.

26/06/2019 às 19:20
Notícia

Qualcomm Snapdragon 855 é o primeiro SoC a receber certificaç...

O chipset premium da empresa agora conta com a mesma segurança exigida em SmartCards

Conforme aponta o site Fortune, esse recurso permite que os usuários integrem planilhas com bases de dados externas, assim como com documentos de texto e páginas da internet. Caso algum hacker descubra o problema, ele seria capaz de executar ataques bastante sofisticados e difíceis de detectar.

Site oficial: Microsoft Excel

"Usando o Power Query, invasores poderiam incorporar conteúdo malicioso numa fonte e dados distinta, para então carregar o conteúdo na planilha quando ele for aberto. O código malicioso poderia ser usado para executar o malware que pode comprometer a máquina do usuário".
Comunicado oficial da Mimecast

Até o momento, a Microsoft ainda não liberou uma correção para a vulnerabilidade. Apesar disso, eles publicaram um documento de aconselhamento para os usuários, oferecendo uma alternativa paliativa para melhorar a sua segurança.


Fonte: Microsoft

"Como o Power Query é uma ferramenta poderosa dentro do Microsoft Excel, a ameça em potencial causada pelo abuso desse recurso é muito grande. Usando a fraqueza em potencial do Power Query, hackers poderiam potencialmente incorporar um payload malicioso que tenha sido projetado para não ser salvo dentro do documento em si, mas sim para ser baixado da internet quando o documento é aberto".
Comunicado oficial da Mimecast

A vulnerabilidade é baseada num método conhecido como Dynamic Data Exchange (DDE). Esse é um método que é comumente usado para ataques, mas que também é perigoso porque dá privilégios administrativos para os hackers.

Via: Fortune
Fui clonado no WhatsApp, o que fazer!? Veja se foi hackeado e como recuperar a sua conta

Fui clonado no WhatsApp, o que fazer!? Veja se foi hackeado e como recuperar a sua conta

Confira como voltar a utilizar o aplicativo normalmente sem precisar trocar de número


Descoberto novo chip espião hacker em um Digismark Arduino que custa US$2

Descoberto novo chip espião hacker em um Digismark Arduino que custa US$2

O mini hardware pode invadir e assumir um servidor de firewall Cisco ASA 5505


Microsoft lançará Update de Novembro de 2019 para Windows 10 ainda em outubro

Microsoft lançará Update de Novembro de 2019 para Windows 10 ainda em outubro

Principal atualização do segundo semestre de 2019 trará mudanças para notificações


Linksys cria sistema que usa roteadores para identificar invasores na sua casa

Linksys cria sistema que usa roteadores para identificar invasores na sua casa

Empresa usa rede mesh Velop para detectar movimentos no ambiente


Modo Trânsito é o aplicativo do DPVAT que bloqueia chamadas e mensagens dos motoristas

Modo Trânsito é o aplicativo do DPVAT que bloqueia chamadas e mensagens dos motoristas

O app bloqueia as notificações para evitar distrações enquanto a pessoa está dirigindo