Vimos de perto o 5G da Tim em ação

Vimos de perto o 5G da Tim em ação

Velocidades chegam na casa dos 1Gbps nos experimentos da empresa

A Tim fez a demonstração de sua conectividade móvel de próxima geração, o 5G, em Florianópolis. A cidade é um dos três locais escolhidos pela empresa de telefonia móvel para realizar seus experimentos com a nova tecnologia que deve chegar aos smartphones e dispositivos conectados nos próximos anos. Os experimentos são uma cooperação da Tim com a Huawei e a Fundação CERTI, sendo que a empresa também atua em conjunto da Nokia e Virtus em Campina Grande (PB) e Ericsson e Inatel em Santa Rita do Sapucaí (MG).

Os testes foram realizados na frequência de 3.5GHz, e mostraram transferências na casa dos 1Gbps, algo 10x mais rápido que o disponível na rede 4G, nas demonstrações. De acordo Marco Di Constanzo, diretor de engenharia da Tim, para a implementação da rede ainda será necessário o leilão das frequências, algo que deve acontecer em março do ano que vem, a limpeza do espectro para funcionamento e por fim o início das primeiras linhas experimentais, algo que deve acontecer no final de 2020, e por fim a disponibilização massiva a partir de 2021.

5G deve chegar aos consumidores no início de 2021

Entre os desafios ainda estão fatores como a presença de dispositivos que geram interferência nessa frequência, caso de antenas parabólicas, mas de acordo com Constanzo é possível resolver essa dificuldade com filtros de baixo custo. Outra questão é a frequência: foram usados 100MHz para o experimento em Florianópolis, mas a empresa provavelmente terá que usar menos, já que serão liberados 200MHz nos leilões de frequências, algo que terá que ser dividido por todas as principais telecoms do país.

Nas demonstrações realizadas, além de videoconferências via HoloLens (com latência de 16ms) e vídeos em realidade virtual, a empresa fez um teste de transferência, onde um Mate X (smartphone dobrável da Huawei, e que não deixaram ninguém encostar) conseguiu alcançar velocidade próxima dos 1Gbps, uma vantagem de quase 10x comparado a um Huawei P30 Pro operando em 4G (e esse aparelho já encostamos e já até temos análise com ele).

Quanto a questão inevitável sobre a Huawei, Di Constanzo foi categórico em defender a relação entre a empresa chinesa e a operadora. "Somos parceiros no 2G, 3G e 4G, e continuamos trabalhando em conjunto no desenvolvimento do 5G", afirmou. O tópico ficou ainda mais relevante no país após o Ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmar que o governo ainda não definiu como irá tratar o uso de equipamentos da Huawei no país, e tem como origem a guerra entre a gestão Trump e as empresas chinesas, que inclusive levou ao banimento de relações entre empresas americanas e a Huawei, atualmente em suspenso.

User img

Diego Kerber

Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego colabora com a Adrenaline na produção de notícias e artigos na coluna "Vida Digital".

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Redmi explica a diferença entre o consumo de bateria do 5G e do 4G

Redmi explica a diferença entre o consumo de bateria do 5G e do 4G

Gerente geral da Redmi, Lu Weibing, disse que baterias precisam ser 20% maiores para compensar isso


Mi 10 e 10 Pro: Veja todos os destaques dos melhores aparelhos da Xiaomi

Mi 10 e 10 Pro: Veja todos os destaques dos melhores aparelhos da Xiaomi

Aparelhos se garantem em fotografia e prometem carregamento super rápido de bateria


Apple pode adiar o lançamento do iPhone com 5G

Apple pode adiar o lançamento do iPhone com 5G

Motivo para o possível adiamento é o impacto do surto mundial de Coronavírus (COVID-19)


Câmeras do Sony Xperia 1 II utilizam sensores da Sony e da Samsung

Câmeras do Sony Xperia 1 II utilizam sensores da Sony e da Samsung

Com conectividade 5G, aparelho deve chegar ao mercado nos próximos meses


Huawei P40, P40 Pro e P40 Pro+ são oficialmente lançados por preços a partir de € 799

Huawei P40, P40 Pro e P40 Pro+ são oficialmente lançados por preços a partir de € 799

Empresa chinesa mostra nova geração de sua série high-end em evento online