Drones com tecnologia LIDAR ajudam na restauração florestal da Mata Atlântica
Créditos: O Globo

Drones com tecnologia LIDAR ajudam na restauração florestal da Mata Atlântica

A coleta de dados vai complementar o monitoramento de campo com mapas de alta precisão

A presença dos drones tem se tornado cada vez mais comuns em diversas áreas sociais que abrangem desde o lazer até avançadas pesquisas de reconhecimento de território. No caso de um grupo de cientistas e pesquisadores das Universidades de Connecticut e Flórida, em parceria com profissionais da NASA, os veículos aéreos não tripulados - mais conhecidos como Drones - estão ajudando na importante tarefa de mapeamento da Mata Atlântica no sudeste do Brasil.

Os pesquisadores estão coletando dados para ajudar em futuros programas de restauração florestal por meio de estruturas tridimensionais das superfícies terrestres renderizadas com alta precisão. Dessa forma, será possível medir o crescimento da floresta e identificar com mais facilidade e rapidez se os métodos utilizados estão sendo efetivos para a restauração da biodiversidade da Mata Atlântica. 

23/06/2019 às 14:11
Notícia

Recurso de vigilância para drones da Amazon revelado em paten...

Privacidade é a principal preocupação contra drones coletando imagens de casas

Para realizar esse processo, os pesquisadores estão fazendo o uso de drones equipados com a tecnologia LIDAR (Light Detection and Ranging), que como o próprio nome diz, serve para calcular distâncias e criar mapas em alta resolução através de pulsos de laser em direção ao dossel da floresta, que em seguida são refletidos por sensores capazes de cobrir uma grande área. Além disso, os drones também têm o sistema de sensores remotos avançados da GatorEye, criado justamente para auxiliar no trabalho de pesquisadores em elaborar um grande banco de dados de imagens fiéis e detalhadas de grandes áreas. 

A varredura a laser combinada com o sensoriamento que cria imagens hiperespectrais conseguem coletar centenas de imagens de diferentes comprimentos de onda que, no caso da Mata Atlântica, são importantes para se observar aumentos na altura do dossel e na biomassa da região - dois dos dados mais relevantes para o compreender e até mesmo prever o desenvolvimento de uma floresta tropical.

“Os resultados do estudo têm um enorme potencial de aplicação prática e podem ajudar os tomadores de decisão a sustentar políticas ambientais públicas [...] é claro, ainda precisaremos fazer monitoramento de campo. No entanto, esse novo método nos permite elevar os dados de campo para escalas maiores, garantindo a precisão das estratégias de monitoramento e restauração.”
Ricardo Ribeiro Rodrigues, Especialista em recuperação florestal da Escola de Agricultura da USP

23/06/2019 às 11:30
Notícia

Nova lei no Japão torna ilegal pilotar drones sob efeito de á...

Legislação do país asiático se aplica a qualquer aeronave não tripulada com mais de 200g

O método aplicado na Mata Atlântica pretende ajudar na meta internacional de restaurar ao menos 350 milhões de hectares de florestas em todo o mundo, até 2030, sendo uma alternativa complementar a pesquisa no solo, que coleta dados “a mão” pelos próprios cientistas e uma opção bem mais barata se comparada o uso de aviões com a tecnologia LIDAR, que mesmo cobrindo uma grande área, têm custos elevados e depende de terceiros para conseguir realizar uma coleta efetiva de dados.

Os drones estão se mostrando bastante competentes e úteis para esse trabalho, então é de se esperar que tenhamos mais uso de todo esse potencial em breve, com implementação de novos recursos, funcionalidades e aplicações diferentes.

Fonte: DroneDJ
User img

Lucas Alvaro

DroneDeploy usa drones para monitorar a Grande Barreira de Coral na Austrália

DroneDeploy usa drones para monitorar a Grande Barreira de Coral na Austrália

Startup levantou US$ 35 milhões em investimentos da AirTree Ventures e da Bessemer Venture


DJI Mavic 2 bate Skydio 2 em comparativo de rastreamento de movimento

DJI Mavic 2 bate Skydio 2 em comparativo de rastreamento de movimento

Tecnologia Active Track da fabricante chinesa se saiu melhor que a concorrente dos EUA


Drone Ubsan Zino 2 grava em 4K60fps, tem gimbal de 3 eixos e voa por 33 minutos custando menos de US$500

Drone Ubsan Zino 2 grava em 4K60fps, tem gimbal de 3 eixos e voa por 33 minutos custando menos de US$500

Aeronave tem bateria de 3800mAh e pode ficar até 6km de distância sem perder conexão


Update de firmware v.5.41.77 do Skydio 2 avisa se o cartão SD é suficiente para gravar

Update de firmware v.5.41.77 do Skydio 2 avisa se o cartão SD é suficiente para gravar

O update foca em desempenho de vôo, atualizações de rastreamento e correção de bugs


Sistema de detecção de drones DJI AeroScope é aprovado no Reino Unido

Sistema de detecção de drones DJI AeroScope é aprovado no Reino Unido

O recurso funciona com todos os modelos de drones da DJI que estão no mercado