Petrobras possui o maior supercomputador da américa latina para processamento geofísico
Créditos: Reprodução/ Agência Brasil

Petrobras possui o maior supercomputador da américa latina para processamento geofísico

Fabricado pela Bull, o Fênix está na 142° posição de supercomputadores do mundo da Top500

Faz quase 3 meses que o novo supercomputador para processamento geofísico da Petrobras começou a funcionar, e a máquina acaba de entrar na lista da Top500.org na 142° posição, sendo o computador com a melhor capacidade de processamento da América Latina. Com 55.296 GBs de memória e uma CPU com 48.384 núcleos de processamento, o Fênix foi fabricado pela multinacional francesa Bull e quase dobrou a eficiência de análise geofísica da gigante Tupiniquim.

O gerente de análise geofísica da Petrobras, Jonilton Pessoa, explicou à Agência Brasil que os equipamentos tecnológicos estavam desatualizados desde 2012. "A gente chegou a ser uma das companhias top em processamento de dados devido ao uso das GPUs. Isso se desenvolveu no mercado e agora todas passaram a usar as GPUS (...) A lista Top 500 nos dá um dimensionamento quanto ao nível de participação no mercado mundial", afirmou o gerente. Apesar dos computadores da época, os Grifos, serem os mais modernos, é normal que estejam desatualizados depois de sete anos.

21/06/2019 às 19:49
Notícia

Estados Unidos proíbem a venda de tecnologia para supercomput...

A medida que restringe a exportação de componentes deve interromper os avanços do setor

Os testes com o Fênix mostram que é possível reduzir o tempo necessário para processamento dos dados de 8 para 4 meses; mas, de acordo com o algoritmo aplicado, é possível agilizar ainda mais a tarefa. O trabalho de Fênix é traduzir informações obtidas em aquisições sísmicas, que são vibrações, para imagens visuais isso possibilita identificar o tipo de material que está no subsolo. Então, ele consegue diferenciar ambientes com óleo, água, sal, gás e rochas para perfuração.

18/03/2019 às 17:44
Notícia

Supercomputador Aurora, da Intel, será o primeiro do mundo a ...

Computador será construído nos Estados Unidos para pesquisas científicas

O supercomputador permite o uso de algoritmos que aumentam a resolução das imagens, diminuindo o risco operacional e ambiental das atividades da Petrobras. "Nossa estratégia é ter, em 2020, 15 vezes a capacidade de processamento que se tinha em 2018. Estamos entrando nos trilhos e nosso planejamento estratégico vai melhorar", concluiu Jonilton.

Continua depois da publicidade

Teoricamente, o supercomputador pode alcançar até 4.297,4 Teraflops de performance; você pode conferir todas as especificações técnicas deste monstrinho no site oficial da Top500.

 

 

 

Continua depois da publicidade

 

 

 

 

Fonte: Agência Brasil
User img

Tadeu Mattos