Nova lei no Japão torna ilegal pilotar drones sob efeito de álcool
Créditos: PXHere

Nova lei no Japão torna ilegal pilotar drones sob efeito de álcool

Legislação do país asiático se aplica a qualquer aeronave não tripulada com mais de 200g

O governo do Japão sancionou uma nova lei que proíbe pilotos sob o efeito de álcool de controlarem drones com mais de 200g. Quem desrespeitar a nova determinação pode ser preso por até um ano e pagar multas de até ¥ 300.000 (R$ 10.685). Pequenos drones como o DJI Spark e Parrot Anafi são pesados o suficiente para se encaixarem na lei.

13/06/2019 às 13:10
Notícia

Fujifilm anuncia Instax Mini LiPlay, câmera digital que impri...

A câmera traz recursos para mandar áudios por QR Code e imprimir fotos que estejam no celular

A nova legislação, que foi aprovada pelo parlamento japonês, cobre mais ações do que apenas pilotar drones bêbado. Ela também determina que quem praticar manobras perigosas com drones pode ser multado em até ¥ 500.000 (R$ 17.808). Isso inclui atitudes arriscadas como fazer uma aeronave não tripulada voar rapidamente em direção a um público.

Para completar, a lei ainda determina os locais onde esses drones podem ser pilotados. Sistemas aéreos não tripulados (da sigla em inglês USA) estão banidos de voarem dentro de um raio de 300m das Forças Armadas do Japão, de militares dos EUA e de instalações de defesa sem autorização prévia.

Antes dessa nova legislação, os drones já não podiam voar perto de usinas nucleares japonesas, de prédios do parlamento e do escritório do Primeiro-Ministro. Outros lugares onde não é possível voar com aeronaves do tipo incluem estádios e outras instalações construídas para as Olimpíadas de 2020.

Não é necessário ter uma licença para voar com um drone no Japão, mas é preciso seguir regras como não ultrapassar 150m de altitude e evitar aeroportos.

“Nós acreditamos que operar drones depois de consumir álcool é tão sério quanto dirigir bêbado”.
- Ministro do Transporte do Japão em entrevista à agência de notícias AFP

Via: Drone DJ, BBC
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Testamos o ROG Phone 3!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.