Huawei apresenta novo chipset HiSilicon Kirin 810, em 7 nanômetros
Créditos: Huawei

Huawei apresenta novo chipset HiSilicon Kirin 810, em 7 nanômetros

O SoC intermediário promete um desempenho 162% melhor que a geração anterior

Apesar de todos os contrapontos envolvendo a guerra comercial entre Estados Unidos e China que resultou em um decreto americano que proíbe as negociações de empresas estadunidenses com a fabricante Huawei, a empresa chinesa se mostra empenhada na criação de novas tecnologias de devem compor seus próximos lançamentos de smartphones em breve.

O anúncio mais recente da empresa é o seu novo chipset intermediário HiSilicon Kirin 810, que vai fazer sua estréia nos novos smartphones Huawei Nova 5, três dispositivos que vão chegar ao mercado no dia 28 de junho. O Kirin 810 é o primeiro SoC do segmento mediano fabricado no processo de 7nm, assim como o atual topo de linha da Huawei, Kirin 980, promete um desempenho bastante alto, com uma CPU (processador) octa-core com dois núcleos ARM Cortex-A76 com clock de 2,27Ghz e uma GPU (processamento gráfico) Mali-G52 MP6, que promete um desempenho 162% superior a última geração de SoCs, Kirin 710.

19/06/2019 às 08:27
Notícia

Intel, Qualcomm e mais fabricantes apoiam fim do banimento da...

Empresas se reuniram com o governo dos Estados Unidos para discutir o assunto

O novo chipset conta com a unidade de processamento neural (NPU)  baseada na arquitetura Da Vinci, da própria Huawei. Isso significa que os processos ligados à Inteligência Artificial prometem ter um ótimo desempenho no novo Kirin 810, melhorando inclusive a velocidade de comunicação entre GPU, CPU e memória do smartphone, para garantir mais eficiência e estabilidade de desempenho mesmo depois de longos períodos de uso. O sistema de IA também deverá ser capaz de prever sobrecarga dos componentes gráficos para ajustar as frequências, taxas de quadros e até mesmo a sensibilidade da tela do dispositivo.

A Huawei promete que o Kirin 810 será um concorrente de peso para o Snapdragon 730, da Qualcomm, segundo a empresa, o desempenho de núcleo único do novo SoC é 11% melhor. Já no desempenho geral esse número sobe para 13%; o suficiente para superar o Adreno 618 no quesito taxa de quadros, com a margem 44% mais alta. O resultado também se destaca em tarefas relacionadas a Inteligência Artificial, onde a fabricante garante que seu novo chipset supera o Snapdragon 855 e o MediaTek Helio P90.

Além do novo Huawei Nova 5, o novo SoC vai ser implementado no próximo Honor 9X Pro, que pode ser anunciado ainda este mês. 

Via: GSMArena, Leak PT
User img

Lucas Alvaro

A evolução dos Snapdragon 800: conheça a plataforma topo de linha da Qualcomm! [ATUALIZADO]

A evolução dos Snapdragon 800: conheça a plataforma topo de linha da Qualcomm! [ATUALIZADO]

A linha conta com os melhores do mundo e os processadores estão nos principais aparelhos Android


American Airlines lança escaneamento de passaporte por aplicativo

American Airlines lança escaneamento de passaporte por aplicativo

Nova função usa a tecnologia de chip em passaportes eletrônicos para tornar o embarque internacional mais rápido


Samsung Galaxy S11 terá câmera de 108MP, indica rumor

Samsung Galaxy S11 terá câmera de 108MP, indica rumor

Vazamento também menciona teleobjetiva com zoom de 5x


Dispositivos com chips de 3nm fabricados pela TSMC devem chegar no final de 2022

Dispositivos com chips de 3nm fabricados pela TSMC devem chegar no final de 2022

Segundo a empresa, os novos chips estarão prontos um ano antes do esperado


Qualcomm anuncia Snapdragon XR2 5G, chip voltado para VR com conexão de última geração

Qualcomm anuncia Snapdragon XR2 5G, chip voltado para VR com conexão de última geração

Esta é a primeira plataforma XR suportada por 5G do mundo