Executivo da DJI tenta tranquilizar clientes em entrevista:
Créditos: Unwire Pro

Executivo da DJI tenta tranquilizar clientes em entrevista: "seus dados são só seus"

Jan Gasparic afirmou que os negócios da DJI não tem nada a ver com dados, só com drones

Depois do Departamento de Segurança dos EUA ter levantado suspeitas a respeito dos drones da DJI que, segundo as autoridades, poderiam estar enviando dados de seus usuários à China, a empresa tem tentado se defender de todas as maneiras possíveis para não enfrentar um destino parecido com o da Huawei. A fabricante de drones já se declarou a respeito do assunto oficialmente antes, mas nessa semana seu diretor de parcerias estratégicas, Jan Gasperic, falou novamente numa entrevista que os dados dos clientes são somente dos clientes.

Conversando com o canal Fox Business, nos EUA, o executivo afirmou o seguinte a respeito do assunto privacidade dos clientes e acesso aos dados deles:

"Deixe-me apenas dizer enfaticamente que isso não é verdade. Os dados de nossos clientes são deles e apenas deles. Nós... É nossa perspectiva de que dados não são os nossos negócios, os nossos negócios são inteiramente a produção de drones."

Seguindo na conversa, Gasparic reiterou que é fundamental destacar que os dados ficam no drone apenas e não são enviados automaticamente para a DJI.

A entrevista pode ser assistida em inglês no vídeo abaixo:

Os Estados Unidos têm "fechado o cerco" contra companhias estrangeiras que suas autoridades julgam estar enviando dados para a China que poderiam ser acessados pelo governo do país para fins de espionagem. Essa é a justificativa que tem sido divulgada, mas críticos da abordagem apontam que é apenas uma desculpa para tentar "sabotar" empresas de fora que emplacam grande sucesso no território do Tio Sam - vale lembrar que mais de 80% dos drones que voam nos EUA são da DJI. A crítica é que o governo norte-americano pode estar usando seus poderes de veto para atrapalhar a competitividade dessas marcas e ajudar as próprias fabricantes. 

17/06/2019 às 17:09
Notícia

Restrições norte-americanas podem fazer Huawei perder US$ 30 ...

O CEO da empresa confessou que não esperavam um "ataque tão implacável"

Até o momento, o Departamento de Segurança Nacional dos EUA apenas emitiu um comunicado contra-indicando o uso de drones da DJI. Mas, se isso virar um decreto realmente proibindo empresas de lidarem com os produtos da companhia, a situação deles vai ficar tão complicada quanto a da Huawei atualmente.

Fonte: Drone DJ
User img

João Gabriel Nogueira

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

DJI Matrice 300, nova versão de drone usado para resgates pode chegar em fevereiro

DJI Matrice 300, nova versão de drone usado para resgates pode chegar em fevereiro

Novo drone deve chegar para substituir os modelos Matrice 200/210


Pombo drone consegue dobrar asas para se tornar mais ágil

Pombo drone consegue dobrar asas para se tornar mais ágil

PigeonBot pode dobrar, estender e mudar a forma de suas asas como os pássaros reais


Apple contrata especialista para fazer lobby por drones em Washington

Apple contrata especialista para fazer lobby por drones em Washington

Empresa usou aeronaves não tripuladas no passado para coletar dados para mapas


Mauritânia usará drones para combater gafanhotos do deserto

Mauritânia usará drones para combater gafanhotos do deserto

Gafanhoto do deserto é descrito como a praga migratória mais perigosa do mundo


PODE MUDAR TUDO!!! Proposta da FAA para rastrear DRONES complica vários modelos

PODE MUDAR TUDO!!! Proposta da FAA para rastrear DRONES complica vários modelos

O Remote ID pretende rastrear todos os drones em tempo real