Xiaomi fechou parceria com a e-commerce B2W para venda online de seus smartphones
Créditos: Youtube-InfoGraphics/CanalTech/Cissamagazine/Movertix

Xiaomi fechou parceria com a e-commerce B2W para venda online de seus smartphones

As lojas Americanas, Shoptime e Submarino vão começar as vendas hoje, dia 19 de junho

A Exame fez uma publicação informando que a Xiaomi fechou parceria com a e-commerce B2W, que administra os sites de compras: Submarino, Shoptime e Americanas. A publicação é de ontem, dia 18, e informa que serão vendidos apenas os smartphones que estão sendo comercializados no Brasil, os demais produtos ainda vão ser exclusividade das lojas Xiaomi no país, comercializados pela DL. 

A B2W é a fusão das lojas online da Submarino, Shoptime e Americanas. Quem tem o controle acionário do grupo, ou seja, a maior detentora de ações do grupo são as lojas Americanas e esse comércio eletrônico gerencia todos esses três sites de compras no Brasil, o que facilita uma negociação direta com a Xiaomi.

22/05/2019 às 06:48
Notícia

A Xiaomi voltou! Mi 9 por R$3.999, Redmi Note 7 por R$1.699, ...

A empresa chinesa chega com dispositivos inteligentes e versões exclusivas de smartphones para o Brasil

Os aparelhos que vão estar nas três lojas online vão ser: 
- Mi 9 
- Mi 8 Lite 
- Redmi Note 7 
- Redmi 7
- Redmi Go 
- Redmi Note 6 Pro
- Pocophone F1

A B2W vai ficar responsável pelas operações de transporte e pelo envio dos aparelhos depois da compra online. A DL ainda continua sendo a parte logística da empresa no Brasil para importação e distribuição de todos os produtos.

Continua depois da publicidade

Loja online da Xiaomi no Brasil

As demais empresas que comercializam os produtos por marketplace online atualmente não fazem a compra direta com a varejista. Com essa parceria, o comércio vai ser direto, o que algumas pessoas preferem, por considerar a compra mais segura. 

Esses sites gerenciados pela B2W vão ser os primeiros sites terceiros a comercializar os smartphones de forma "online segura" para o país. Esses aparelhos vão ter a garantia da Xiaomi no Brasil, com possibilidade de assistência para os aparelhos. Não tem como garantir que os smartphones vendidos pelos demais sites, (exceto o oficial da Xiaomi) que revendem os produtos no Brasil, vão conseguir fornecer a garantia da empresa. Muitos sites estão fazendo a importação por conta, o que não garante o selo de homologação da Anatel.

14/06/2019 às 16:55
Notícia

Loja online da Xiaomi já vende Mi 9, Mi 8, Pocophone F1, Redm...

Todos os produtos podem ser parcelados em até 6x e variam de R$800 a R$4800

Continua depois da publicidade

As vendas dos produtos começam hoje, dia 19, e devem começar as vendas com promoções para promover os produtos em todos os sites: Americanas, Shoptime e Submarino, você pode acessar os preços clicando nos links para as lojas. Apesar disso, as pulseiras inteligentes Mi Band 3 e 4 também já aparecem no site de compras e devem continuar a ser vendidas. A B2W não se pronunciou oficialmente sobre o começo das vendas dos aparelhos em suas lojas.

Fonte: Exame
User img

Ana Luiza Pedroso

Black Shark 2 Pro chega no dia 30 de julho - provavelmente com Snapdragon 855+

Black Shark 2 Pro chega no dia 30 de julho - provavelmente com Snapdragon 855+

Xiaomi revelou a data de lançamento sem detalhes, mas vazamento veio em seguida


Xiaomi divulga vídeo de desmontagem do novo Mi A3

Xiaomi divulga vídeo de desmontagem do novo Mi A3

Smartphone chega ao mercado como um dispositivo intermediário com uma boa configuração de câmeras


Xiaomi Mi A3 é oficial! Smartphone foi anunciado com duas versões e Snapdragon 665

Xiaomi Mi A3 é oficial! Smartphone foi anunciado com duas versões e Snapdragon 665

O aparelho tem 64GB ou 128BG de armazenamento interno e foi lançado por 279 euros


Xiaomi revela Amazfit GTR como sua nova linha de smartwatch

Xiaomi revela Amazfit GTR como sua nova linha de smartwatch

Com variantes de 42 mm e 47 mm, a subdivisão Huami promete alta autonomia de bateria comparada aos concorrentes


Adeus, Qualcomm? Investimento da Xiaomi aponta novos planos de processador próprio da marca

Adeus, Qualcomm? Investimento da Xiaomi aponta novos planos de processador próprio da marca

Companhia lançou chip original em 2017, mas não apresentou novidades no setor desde então