Gigabyte lança o SSD AORUS NVMe Gen4, primeiro com PCIe 4.0, e é
Créditos: Gigabyte

Gigabyte lança o SSD AORUS NVMe Gen4, primeiro com PCIe 4.0, e é "o mais rápido do mundo"

Eles tem até 2TB e atingem desempenho 40% maior que os atuais, com leitura sequencial de 5000 MB/s

A Gigabyte anunciou a sua nova arquitetura NVMe (memória não volátil express) e também a sua interface M3 SSD, com o SSD AORUS NVMe Gen4. O novo SSD está disponível em três capacidades e usa um dissipador de calor de cobre, em todo o corpo. Eles melhoram o desempenho na velocidade de leituras e gravações sequenciais, que conseguem chegar até 5.000MB/s. Esse SSD promete ser o mais rápido do mundo e vai ser o primeiro equipado com tecnologia PCIe 4.0.

Site oficial do produto

O AORUS NVMe utiliza um novo controlador de padrão de comunicação express, o PCIe 4.0, com partículas de memória Flash Bisc4 Nand da Toshiba, o que promete um aumento de desempenho de até 40% em relação aos atuais PCIe 3.0. Isso faz com que as velocidades de leitura sequencial consigam ser de até 5000 MB/s, que podem ser usadas tanto para leitura de dados como inicialização de games e são as mais rápidas já registradas. Esse é um marco para o avanço da indústria nas tecnologias PCIe.

"Quando a especificação PCIe 4.0 foi anunciada, a GIGABYTE já estava um passo à frente na preparação para o desenvolvimento do produto. Através do menor tamanho e atributos superiores de desempenho da interface NVMe PCIe 4.0 M.2, os usuários em busca de desempenho poderão desencadear o melhor desempenho SSD." -  Jackson Hsu, Diretor da Divisão de Desenvolvimento de Produtos de Canal da Gigabyte

Todas as três capacidades - 500GB; 1TB; 2TB - vem com um tamanho de módulo 2280 e tem suporte para a interface PCIe 4.0 x4 M.2. Os SSDs M.2 prometem ser mais fáceis de configurar e possuem um design sem cabos, o que melhora o fluxo de ar no chassi dos PCs e aumenta o alívio geral de calor. Outros fatores presentes no design que ajudam na dissipação de calor são seus dissipadores de cobre e a almofada térmica de alta condutividade LAIRD.

13/06/2019 às 10:02
Notícia

Devido queda do preço, 60% dos computadores vendidos já virão...

Fabricantes de SSDs registram aumento de vendas de até 40% em relação ao mesmo período de 2018

O design do dissipador de calor é composto por cerca de 30 aletas, que são extensões acrescentadas em uma superfície, que tem como objetivo aumentar a área de transmissão de calor. Elas foram jateadas, para aumentar a área de superfície de dissipação de calor, mas sem diminuir a resistência do dissipador. A Gigabyte diz que ele consegue entregar resultados significativamente melhores do que as unidades com dissipadores de um único lado.

A empresa diz que fez testes rigorosos para garantir desempenhos de leitura e gravação mais estáveis. Os SSDs prometem uma maior durabilidade e qualidade, mesmo se expostos a altas condições de uso e trabalho. A Gigabyte ainda não divulgou qual vai ser a data e o valor de lançamento dos SSDs AORUS NVMe Gen4.

Via: TechPowerUp, Adrenaline
User img

Ana Luiza Pedroso

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

TUTORIAL: Guia geral de como trocar o HDD por um SSD no notebook

TUTORIAL: Guia geral de como trocar o HDD por um SSD no notebook

Entenda como o drive de armazenamento se encaixa no notebook e aprenda a trocar!


WD demonstra protótipo de SSD portátil com 8TB e SuperSpeed USB de 20Gbps

WD demonstra protótipo de SSD portátil com 8TB e SuperSpeed USB de 20Gbps

Dispositivo é o primeiro do tipo no mundo e tem tamanho para caber no bolso do usuário


Dell apresenta XPS 13 com tela 4K Ultra HD+, SSD de até 2TB e Gorilla Glass 6

Dell apresenta XPS 13 com tela 4K Ultra HD+, SSD de até 2TB e Gorilla Glass 6

Novo notebook da fabricante vem também com processadores Intel Core de 10ª geração


Memórias NAND podem ficar até 40% mais caras em 2020 - É a hora para comprar!?

Memórias NAND podem ficar até 40% mais caras em 2020 - É a hora para comprar!?

Os motivos são vários: oferta e demanda, problemas de fornecimento, quedas de luz...