Projeto de lei no Rio de Janeiro obriga prova no Detran para uso de patinetes elétricos
Créditos: Alexandre Cassiano / Agência O GLOBO

Projeto de lei no Rio de Janeiro obriga prova no Detran para uso de patinetes elétricos

A lei foi aprovada em primeira instância e o governador tem 15 dias para vetar ou sancionar

Um projeto de lei para a regulamentação dos patinetes elétricos no Rio de Janeiro foi votado e aprovado em primeira instância pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ). A lei é válida para todo o estado e obriga os usuários dos modais elétricos a fazer uma prova online para o teste de conhecimentos sobre o trânsito, além de prever algumas medidas de segurança.

O projeto foi proposto pelos deputados Alexandre Knoploch (PSL) e Gustavo Schmidt (PSL), e diz que para que os usuários sem carteira de motorista possam usar os patinetes sem problemas, eles precisam acessar o site do Detran e, fazer uma prova para testar os conhecimentos básicos. Caso a pessoa for aprovada, a prova irá gerar um número, que será vinculado ao CPF e deve ser informado durante o cadastro no aplicativo da empresa. Quem já possui a CNH, não precisa fazer a prova.

16/02/2019 às 18:00
Artigo

Patinetes e bicicletas compartilhadas no Brasil, solução ou p...

Entenda como funciona e o que pode mudar com a chegada dessa inovação

A lei também prevê a obrigatoriedade do uso de capacetes, que devem ser fornecidos pelas empresas que disponibilizam os equipamentos de transporte. Outro fator levantado pelos deputados é necessidade de um seguro pessoal para o condutor. Se a pessoa não tiver, a empresa deve cobrar um depósito antecipado de R$1710.

Procurada pelo O Globo Rio, a empresa Grow, detentora das marcas Grin e Yellow, disse que: "o projeto de lei a sofre tanto de inadequação prática (regras que, em vez de aumentar a segurança, acabam por inviabilizar o modal) quanto de inadequação técnica (vício de inconstitucionalidade)." A empresa diz ainda que o projeto procura adotar regras que façam com que o usuário se sinta oprimido e não utilize os meios de transporte.

Continua depois da publicidade

Caso a lei seja aprovado pelo governador Wilson Witzel, vai ser permitido andar com os patinetes pela calçada, mas com um limite de velocidade em 8km/h, em ciclovias a velocidade pode chegar em até 20km/h. O projeto impede o uso em vias expressas, estradas e rodovias. Já as bicicletas elétricas devem ser usadas apenas na rua e em ciclovias. A proposta também prevê total responsabilização das empresas em casos de acidentes envolvendo usuários. 

O governador do estado do Rio de Janeiro tem 15 dias para sancionar ou vetar a proposta de lei. Caso Witzel vete a proposta, a lei não será aplicada, mas se ele resolver sancionar, o texto proposto deverá ser cumprido, tanto pelos usuários como pelas empresas.

Via: Extra, OGlobo
User img

Ana Luiza Pedroso

Pesquisa mostra que um quinto dos motoristas brasileiros usa o celular enquanto dirige

Pesquisa mostra que um quinto dos motoristas brasileiros usa o celular enquanto dirige

Números mostram que aumento de penalização não foi suficiente para coibir a prática


Nova lei no Japão torna ilegal pilotar drones sob efeito de álcool

Nova lei no Japão torna ilegal pilotar drones sob efeito de álcool

Legislação do país asiático se aplica a qualquer aeronave não tripulada com mais de 200g