Google acredita que banimento da Huawei pode aumentar riscos de segurança
Créditos: Shutterstock/Meditara/Wikimedia Commons

Google acredita que banimento da Huawei pode aumentar riscos de segurança

A gigante de buscas estaria pedindo que o governo dos EUA acabe de vez com a proibição

Parece que a opinião do Google sobre o caso Huawei está indo para o lado oposto ao do governo Trump. De acordo com o Financial Times, executivos da empresa estão alertando a administração estadunidense que o banimento da chinesa pode, na verdade, aumentar os riscos de segurança para os usuários.

07/06/2019 às 08:53
Notícia

Sistema operacional próprio da Huawei pode ser lançado em ago...

O sistema pode ser lançado como HongMengOS na China e ArkOS para o mercado global

Como resultado do alerta de "emergência nacional" que Donald Trump declarou no mês passado, a Huawei foi excluída de possíveis atualizações do Android. A fabricante vem desenvolvendo seu próprio sistema operacional nos últimos anos, e respondeu que poderia lançá-lo para enfrentar essa situação.

O problema, de acordo com o Google e Cherlynn Low, do Engadget, é que software não é um dos pontos fortes da Huawei. Se os smartphones não receberem mais as atualizações Android, a chinesa seria forçada a lançar seu sistema operacional a curto prazo, colocando o Android e outros sistemas em risco, pois esse novo "Hongmeng" - possível nome do sistema da Huawei -  seria mais suscetível a hackers.

"Como outras empresas dos EUA, estamos nos comprometendo com o Departamento de Comércio para garantir a total conformidade com os requisitos e a licença temporária. Nosso foco é proteger a segurança dos usuários do Google nos milhões de aparelhos Huawei existentes nos EUA e ao redor do mundo."

- Declaração do Google ao Engadget.

 

Segundo fontes do Financial Times, o Google estaria pedindo para que o banimento fosse prorrogado ou que acabasse de vez. A administração Trump concedeu uma trégua de 90 dias para as empresas que tinham envolvimento com a Huawei e ela própria se ajustarem, mas a proibição ainda está em andamento.

Via: Engadget, Cnet
Redmi vai lançar sua primeira Smart TV no dia 29 de agosto

Redmi vai lançar sua primeira Smart TV no dia 29 de agosto

Subsidiária da Xiaomi já vai começar com display massivo de 70''


Xiaomi adiciona autenticação de dois fatores para contas Mi

Xiaomi adiciona autenticação de dois fatores para contas Mi

Opção de maior segurança estará disponível após um update para a MIUI10


Positivo Tecnologia apresenta lucro líquido de 11,1 milhões no trimestre

Positivo Tecnologia apresenta lucro líquido de 11,1 milhões no trimestre

Bom resultado nas vendas de smartphones e no mercado de servidores impulsionaram as receitas


Motorola anuncia One Action, smartphone com câmera exclusiva para vídeos de ação

Motorola anuncia One Action, smartphone com câmera exclusiva para vídeos de ação

O dispositivo possui a mesma proposta de câmeras GoPro e dedica a terceira lente para isso


Huawei traz Watch GT Active ao Brasil pelo preço sugerido de R$ 1.499,00

Huawei traz Watch GT Active ao Brasil pelo preço sugerido de R$ 1.499,00

Smartwatch promete autonomia de até duas semanas e funções de monitoramento