NASA declara Estação Espacial Internacional aberta para visitas comerciais também
Créditos: NASA

NASA declara Estação Espacial Internacional aberta para visitas comerciais também

EEI vai receber astronautas particulares para pesquisas privadas e marketing de empresas

A NASA anunciou nessa semana que a Estação Espacial Internacional (EEI) agora está "aberta para negócios". Isso significa que a estação vai começar a receber visitantes comerciais, "astronautas particulares", de empresas ou financiamentos que vão pagar para poder usar a estação numa órbita baixa da Terra.

Mas há regras para poder dar um "passeio" na EEI. Para começar, as atividades comerciais na estação precisam estar, de alguma forma, relacionadas com o compromisso da NASA com pesquisa espacial, ajudando a estimular o desenvolvimento de uma economia em torno da órbita baixa da Terra (LEO), ou ser, pelo menos, uma atividade que exija um ambiente em gravidade zero. 

E há, é claro, a questão do preço. Se você imagina que não deve sair barato usar as instalações da Estação Espacial Internacional, imaginou certo. Carregamentos podem chegar a custar US$ 18.000 por quilo, e é cobrada ainda a viagem de retorno. Já o alojamento de pessoas alcança valores de US$ 22.500 por pessoa, por dia. Confira na tabela:

Créditos: NASACréditos: NASA

Entre as atividades que podem ser feitas na EEI está a manufatura de objetos ou até mesmo produção de vídeos para marketing e propagandas. Empresas envolvidas em pesquisas científicas particulares também podem ter interesse no ambiente em gravidade zero para alguns experimentos. E, não menos importante, turismo. Os chamados "astronautas privados" são pessoas com dinheiro suficiente para passar pelo treinamento necessário e visitar a estação.

Ainda a fim de promover a pesquisa e desenvolvimento de produtos para órbita, a NASA também vai tornar uma das docas da estação disponível para a indústria privada, permitindo testes com a criação de habitats orbitais, que podem ser encaixados ali na sua fase de desenvolvimento.

16/12/2018 às 15:27
Notícia

Projeto de alunos brasileiros do ensino médio vai voar num fo...

Concurso da Missão Garatéa vai levar projeto de filtragem de água para ser testado no espaço

Durante sua apresentação, a NASA deixou claro que isso não é apenas uma oportunidade comercial, mas um convite para que o setor privado aproveite a estação e ajude na criação de novas soluções que aproveitem o potencial comercial do espaço e da órbita terrestre.

Via: ArsTechnica Fonte: NASA
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Morre aos 101 anos Katherine Johnson, uma das grandes matemáticas da NASA

Morre aos 101 anos Katherine Johnson, uma das grandes matemáticas da NASA

Johnson ganhou fama após ser retratada no filme Estrelas Além do Tempo


SpaceX lança quinto lote de satélites Starlink

SpaceX lança quinto lote de satélites Starlink

Os 60 satélites foram colocados em órbita pelo foguete Falcon 9


Astronauta da NASA Christina Koch retorna à Terra após recorde de permanência no espaço

Astronauta da NASA Christina Koch retorna à Terra após recorde de permanência no espaço

Ela ficou com 328 dias consecutivos na Estação Espacial Internacional


Sonda da NASA é o objeto mais rápido já criado por humanos

Sonda da NASA é o objeto mais rápido já criado por humanos

Lançada em 2018, a sonda solar Parker atingiu uma velocidade de 393.044 km/h


Astronautas podem ter finalmente consertado um instrumento da ISS no valor de US$ 2 bilhões

Astronautas podem ter finalmente consertado um instrumento da ISS no valor de US$ 2 bilhões

Instrumento é um detector de raios cósmicos