Xiaomi Mi Band 4 aparece no AliExpress por US$ 50 com tela colorida e mais bateria
Créditos: AliExpress | Mr Carl

Xiaomi Mi Band 4 aparece no AliExpress por US$ 50 com tela colorida e mais bateria

Vestível chega dia 11 de junho e pode trazer suporte para português já no lançamento!

Um dos lançamentos mais aguardados da Xiaomi acabou aparecendo em pré-venda antes da hora: a pulseira inteligente Mi Band 4 foi listada na versão russa do e-commerce AliExpress por US$ 49,99, cerca de R$ 193 em conversão direta.

Ao abrirmos a página, que ainda estava no ar no momento em que esta notícia foi concebida, o dispositivo aparecia com preço localizado de R$ 207,53, com cupom de desconto de R$ 12,46 e entrega gratuita para o Brasil.


Imagem: AliExpress

Segundo o anúncio do produto, que foi feito por um vendedor terceirizado chamado Mr Carl, a pulseira exibida é o modelo standard, ou seja, que não possui tecnologia NFC (Near Field Communication). A versão mais potente da smartband deve ser lançada posteriormente neste ano.

A Xiaomi Mi Band que aparece em pré-venda possui tela OLED colorida, suporte para o padrão Bluetooth 5.0 e bateria de 135 mAh. Em grau de comparação, a Mi Band 3 possui uma bateria de 110 mAh.


Imagem: AliExpress

Continua depois da publicidade

A página que vazou a pulseira inteligente antes da hora também diz que o produto contará com suporte para pelo menos 16 idiomas no lançamento, incluindo português, mas com integração completa apenas para chinês e inglês. 

Segundo o vazamento, a Xiaomi Mi Band 4 terá suporte para português

O vendedor que furou a chegada do produto também publicou algumas imagens da smartband, que ilustram essa publicação. Na China, o dispositivo também deve ter algumas funcionalidades extras, como suporte para uma assistente de voz e pagamentos no Alipay, para a versão com NFC.

Até o momento, a Xiaomi não comentou oficialmente sobre a página de pré-venda da Mi Band 4 no AliExpress. Logo, as informações ainda não foram confirmadas e podem sofrer alterações até o lançamento da pulseira inteligente.

Continua depois da publicidade

A Xiaomi marcou o evento de apresentação da Mi Band 4 para o dia 11 de junho, próxima terça-feira. Levando em conta que a empresa chegou ao Brasil por meio de uma parceria com a DL Eletrônicos, pode ser que o dispositivo seja lançado oficialmente no nosso país futuramente. Mesmo que isso não aconteça, os consumidores também poderão importar o dispositivo de e-commerces chineses.

Enquanto o produto não é oficializado, confira o comparativo abaixo trazendo a Mi Band 3 e as informações que sabemos até agora sobre o próximo vestível da fabricante chinesa.

Preços

Preço no lançamentoU$ 30,00 22/06/2018U$ 25,00 11/06/2019
Preço atualizadoU$ 22,99 06/07/2019U$ 32,99 06/07/2019

Ficha Técnica

FabricanteXiaomi Xiaomi
Site oficialLinkLink

Características

Display0,78" OLED, 128x80 AMOLED colorida, 0.95 polegadas, 120x240px, 2.5D
Tipo do produtoSmart band Smart band
Resistência5 ATM SIM, 5 ATM
Bateria110 mAh135 mAh
SensoresAcelerômetro de seis eixo
ConexõesBluetooth 4.2 Bluetooth 5.0
CompatibilidadeAndroid, iOS Android, iOS
Peso20 gramas22 gramas
Tamanho21,6 x 10,8 x 12 mm

Via: Gizmochina Fonte: AliExpress
Xiaomi revela Amazfit GTR como sua nova linha de smartwatch

Xiaomi revela Amazfit GTR como sua nova linha de smartwatch

Com variantes de 42 mm e 47 mm, a subdivisão Huami promete alta autonomia de bateria comparada aos concorrentes


Twitter atualiza design para computadores com novo modo escuro

Twitter atualiza design para computadores com novo modo escuro

Visual adota características da versão mobile; Confira o antes e o depois


Valor da taxa de cancelamento do Uber será variável a partir de agora

Valor da taxa de cancelamento do Uber será variável a partir de agora

Porém, há limites de valor mínimo e máximo para essa variação


Smartphone de entrada Nokia 2.2 é anunciado com pequeno notch e preço competitivo

Smartphone de entrada Nokia 2.2 é anunciado com pequeno notch e preço competitivo

Aparelho parte de US$ 140, mais barato que um Xiaomi Redmi 7A


Adeus, Qualcomm? Investimento da Xiaomi aponta novos planos de processador próprio da marca

Adeus, Qualcomm? Investimento da Xiaomi aponta novos planos de processador próprio da marca

Companhia lançou chip original em 2017, mas não apresentou novidades no setor desde então