Smartphones da Huawei não trarão Facebook, WhatsApp e Instagram instalados de fábrica
Créditos: Mashable

Smartphones da Huawei não trarão Facebook, WhatsApp e Instagram instalados de fábrica

A empresa de Mark Zuckerberg também rompeu relações com a fabricante chinesa

Mais uma empresa americana rompeu relações com a Huawei após a sanção que proíbe empresas dos Estados Unidos de negociarem com a fabricante. O Facebook anunciou que não vai mais permitir que sua suíte de aplicativos sejam pré-instalados em futuros smartphons da marca chinesa. 

Isso significa que aplicativos como Facebook, Messenger, WhatsApp e Instagram não estarão disponíveis em smartphones da Huawei assim que forem retirados da caixa. Pelo que a Reuters dá a entender, o fim da parceria entre as empresas só afeta os softwares pré-instalados em smartphones da Huawei

22/05/2019 às 18:10
Vídeo

Huawei: entenda a polêmica envolvendo a fabricante chinesa e ...

Explicamos os motivos e como vai ficar o futuro da empresa após o decreto de Donald Trump

Com isso, os usuários que comprarem futuros smartphones da Huawei ainda conseguirão utilizar os aplicativos do Facebook, mas precisão instalá-los manualmente no aparelho. A Reuters também diz que a empresa de Mark Zuckerberg vai continuar oferecendo suporte para os apps em dispositivos existentes da firma chinesa. Ou seja, os clientes atuais não precisam se preocupar.

Sujo falando do mal lavado?

Como mencionado antes, o motivo para o Facebook parar de fazer acordos de pré-instalação é a sanção dos Estados Unidos que proíbe as empresas do país de fazerem negócios com a marca chinesa, acusada de usar seus produtos para supostamente espionar os clientes a mando do governo da China.

Atualmente, a empresa chinesa está nas cortes estadunidenses se defendendo das acusações da Casa Branca. Curiosamente, o Facebook também está nos tribunais em seu país e enfrenta processos após protagonizar escândalos de vazamentos de dados pessoais.

Mark Zuckerberg, o CEO do Facebook. Imagem: Charles Platiau/Reuters

No ano passado, a companhia se envolveu no grandioso escândalo da Cambridge Analytica, quando foi descoberto que uma empresa terceirizada usou a rede social para pegar dados privados de milhões de usuários sem autorização, com o objetivo de utilizar as informações durante as últimas eleições dos Estados Unidos. 

Enquanto a Huawei é investigada por espionagem, o Facebook coleciona polêmicas de vazamentos de dados

Enquanto a rede social coleciona casos de vazamentos de dados, a popularidade de Mark Zuckerberg, o comandante do Facebook, continua caindo e mais da metade dos acionistas já quer a saída do executivo do posto de CEO. Ainda assim, a situação da Huawei consegue ser mais complicada.

Apesar da sanção dos Estados Unidos estar pausada até agosto, a empresa está lidando com o fato de que vai perder acesso aos serviços de empresas como a Google e parcerias com diversas fabricantes de componentes, como a ARM, o que pode comprometer sua atuação no ocidente futuramente.

De acordo com especulações, a Huawei já conta com um sistema operacional pronto e que deve ser lançado em breve para substituir o Android em seus smartphones, o que deve dar um respiro para a companhia em meio ao caos.

Via: Reuters
Facebook treina funcionários com chat bots para responder perguntas polêmicas

Facebook treina funcionários com chat bots para responder perguntas polêmicas

Colaboradores estão preocupados com a pressão dos familiares em festas de fim de ano


Modo avião no Android 11 R não vai mais desligar áudios Bluetooth ao ser ativado

Modo avião no Android 11 R não vai mais desligar áudios Bluetooth ao ser ativado

Funcionalidade simples pode fazer toda diferença para quem utiliza muito a funcionalidade


Facebook disponibiliza ferramenta para transferência de fotos para outros serviços

Facebook disponibiliza ferramenta para transferência de fotos para outros serviços

Data Transfer Project chegará a todos em 2020


Mark Zuckerberg não vai impedir anúncios pagos por políticos no Facebook

Mark Zuckerberg não vai impedir anúncios pagos por políticos no Facebook

Prática favorece circulação de notícias falsas durante campanhas eleitorais


Um em cada quatro jovens possui relação problemática com smartphones

Um em cada quatro jovens possui relação problemática com smartphones

Segundo estudo, uso excessivo pode acarretar em problemas como depressão e ansiedade