China pode usar as terras raras para intensificar ainda mais a briga contra EUA
Créditos: Divulgação/Huawei

China pode usar as terras raras para intensificar ainda mais a briga contra EUA

Com 78% da produção mundial, a China pode prejudicar o desenvolvimento tecnológico dos EUA

A disputa tecnológica e comercial entre os EUA e a China se intensificou na metade deste mês de maio depois que o presidente Donald Trump assinou uma ordem que possibilita que o governo impeça empresas americanas de comprar certos produtos chineses, praticamente banindo a Huawei do país, a segunda maior fabricante de smartphones do mundo. As coisas ficaram mais complicadas para a empresa oriental depois que a Google confirmou que suspendeu o acesso da Huawei a diversos serviços, como suporte para o Android e o Gmail. Mas, a China possuí o potencial para intensificar ainda mais a tensão comercial entre as nações, já que é a maior produtora de Terras raras do mundo.

20/05/2019 às 09:02
Notícia

Futuro da Huawei no ocidente é incerto após duro golpe do gov...

Google, Qualcomm, Intel, Broadcom e outras encerram negócios com a empresa

Terra rara é um grupo de elementos químicos raros que possuem diversas aplicações na produção tecnológica moderna. A lista incluí: Cério, Neodímio, Intérbio e Lutécio; os elementos são usados em laser, tubos de raios catódicos para computadores, catalisadores, imãs, ligas, etc... Muita coisa. De acordo com a divisão de investimento multinacional da Bank of America, a Bank of America Merrill Lynch, a China é a maior exportadora dessa commodity, responsável por 78% de toda a extração mundial.

Segundo Hu Xijin, editor-chefe da edição inglesa/chinesa da Global Times, o governo chinês está pensando em restringir a exportação de terras raras como uma retaliação   ou defesa   contra as restrições impostas recentemente. 

Além disso, na última semana, dia 21 de maio, o presidente Xi Jinping visitou a fábrica de terra rara JL MAG, em Ganzhou, para conhecer o processo produção e as indústrias. Na visita, o presidente acompanhou o vice-premier Liu He, responsável pelas negociações e comércio com os EUA nenhuma intenção oficial foi anunciada, mas a ação é interessante dentro do contexto. 

Trump contra Huawei

A ordem de Trump permite que o governo controle a economia caso considere que o país está em uma "emergência nacional". Em 2012, o congresso americano lançou um relatório que acusava empresas chinesas — Huawei estava na lista — de serem uma ameaça ao país; mas, no mesmo ano, a Casas Branca enviou outro documento admitindo não ter provas. Já no governo Trump, as acusações voltaram, a crise entre os países intensificou e a CIA e FBI recomendaram que os cidadãos americanos não usem os smartphones fabricados pela chinesa.

20/05/2019 às 10:23
Notícia

O que acontece agora com os celulares da Huawei? E como fica ...

Explicamos como a ordem executiva pode afetar os aparelhos

O secretário de Estado Mike Pompeu afirmou à Fox Business Network que a Huawei é um instrumento do governo chinês. "Eles estão profundamente ligados. É difícil para o cidadão americano entender", alegou o secretário.  Mas, até agora, nenhuma prova foi exposta publicamente.

Esta é apenas uma parte de todos os problemas entre os EUA e a China. Acompanhe o Mundo Conectado para saber como essa história vai se desenvolver.

Via: Tecmundo Fonte: Business Insider
User img

Tadeu Mattos

Atualização cumulativa KB4512508 do Windows 10 traz problemas para usuários

Atualização cumulativa KB4512508 do Windows 10 traz problemas para usuários

Patch Tuesday de agosto está trazendo uma série de erros que fazem PCs reiniciarem


Mancha vermelha de Júpiter é um furacão de centenas de anos, que está encolhendo

Mancha vermelha de Júpiter é um furacão de centenas de anos, que está encolhendo

Imensa mancha do tamanho da Terra apareceu com grande destaque em foto recente


Positivo Tecnologia apresenta lucro líquido de 11,1 milhões no trimestre

Positivo Tecnologia apresenta lucro líquido de 11,1 milhões no trimestre

Bom resultado nas vendas de smartphones e no mercado de servidores impulsionaram as receitas


Huawei traz Watch GT Active ao Brasil pelo preço sugerido de R$ 1.499,00

Huawei traz Watch GT Active ao Brasil pelo preço sugerido de R$ 1.499,00

Smartwatch promete autonomia de até duas semanas e funções de monitoramento


Reconhecimento facial da Amazon consegue detectar medo no rosto de pessoas

Reconhecimento facial da Amazon consegue detectar medo no rosto de pessoas

Além disso, o sistema da empresa também é capaz de calcular a idade aproximada de alguém