Intel revela detalhes da 10º geração de processadores Intel Core
Créditos: Engadget

Intel revela detalhes da 10º geração de processadores Intel Core

Os destaques incluem novas tecnologias e ganhos de performance em diversas áreas

Um mês depois de mostrar seus CPUs de 9º geração para notebooks, a Intel está pronta para falar dos processadores de 10º geração Intel Core (de codinome Ice Lake). Com a introdução da nova tecnologia, a empresa está focando em dispositivos móveis. Alguns dos destaques são os ganhos de performance gráfica e em novos ciclos de trabalho.

A principal novidade para performance é a inclusão de instruções AVX-512. O "coração" das CPUs de 10º geração da Intel está na arquitetura Sunny Cove. De acordo com os testes internos da empresa, ela traz em média 18% de ganho em performance por ciclo de processamento  (IPC), o que significa que pode trabalhar mais em velocidades equivalentes de clock. Outros ganhos trarão mais memória cache, mais trabalho de uma vez e melhor antecipação de tarefas.

Em processamento, a Intel promete ganhos de 2.5x para inteligência artificial (AI) e aprendizado de máquina (ML). Na prática, isso vai ser percebido em coisas como a pesquisa semântica no Microsoft Photos. Em outras áreas como codificação HEVC em alta qualidade esse salto chega a 2x.

Processadores Core de desktop 10nm da Intel podem chegar só em 2022

Os gráficos serão responsabilidade do Iris Plus de 11ª geração com até 64EU. As frequências podem atingir 1.1GHz e mais de 2.25 Teraflops (TFLOPS) em precisão simples. O suporte para monitores chega a 5K/60fps ou 4k/120fps, com protocolos como DisplayPort 1.4 e BT.2020.

Com o Iris Plus, será possível jogar CS: Go com mais de 70 frames por segundo (FPS) e Rocket League com algo perto de 60FPS em resolução 1080p, Fortnite também foi citado na apresentação. 

Continua após a publicidade

O novo nível de performance vai possibilitar a codificação de vídeos em  4K/60fps  ou 8K/30fps . Isso poderá ser percebido em programas como o Adobe Premiere e Cyberlink PowerDirector. Outra melhoria que vai interessar os produtores de conteúdo é a inclusão do Thunderbolt 3 com 40Gbps de comunicação bidirecional por porta - o que aumenta bastante a largura de banda de comunicação via esse protocolo. E haverá suporte direto para reprodução HDR e Dolby Vision.

O suporte a Wifi 6 também será incluso, o que pode aumentar as velocidades em cerca de 40% e funcionar melhor em áreas congestionadas.

A 10º geração Intel Core estará disponível inicialmente em notebooks e ultrafinos. Ela chegará em variantes Core i3, i5 e i7 com configurações de até quatro núcleos e oito threads Sunny Cove. Os primeiros modelos de produtos para servidores com a microarquitetura Ice Lake também começarão a ser comercializados em junho. 

Via: Engadget, Adrenaline
User img

Saori Almeida

Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.