ARM anuncia CPU aperfeiçoado Cortex-A77 e novo GPU Mali-G77
Créditos: GSM Arena

ARM anuncia CPU aperfeiçoado Cortex-A77 e novo GPU Mali-G77

Parece que chipset como o Exynos, Kirin e Helio terão bons ganhos em um futuro próximo

A Arm anunciou hoje a nova CPU Cortex-A77 - atualização projetada para processos maduros de 7nm - e o novo GPU Mali-G77, que trocou a arquitetura Bifrost pela Valhall. A nova arquitetura e o Mali-G77, que parece ser a maior novidade, acompanham as três últimas gerações de GPUs Mali com algumas melhorias significativas no desempenho, densidade e eficiência. 

 

ARM também deve suspender negócios com a Huawei, afetando os chips Kirin

 

GPU Mali-G77

A última iteração da arquitetura Bifrost - o Mali-G76 - foi um salto significativo para a Arm. O IP foi amplamente capaz de resolver alguns dos problemas críticos de seus antecessores, com resultados relativamente bons para os chipsets Exynos 9820 e Kirin 980. Porém, enquanto a Arm estava recuperando e corrigindo os problemas de Bifrost, a competição não parou.

A nova arquitetura Valhall do Mali-G77 traz um projeto de núcleo que tenta resolver as principais deficiências da arquitetura Bifrost, e parece ser muito mais semelhante às abordagens de design adotadas por outros fornecedores de GPU.

A Valhall promete promete uma melhoria de 30% na eficiência energética e densidade de desempenho e de 60% nas tarefas de aprendizado de máquina. Além disso, os SoCs do fim de 2019 e início de 2020 que a utilizarem podem esperar um aumento de 40% de desempenho.  

O novo GPU não recebe muitas melhorias no processo de fabricação, mas compensa nos ganhos vindos dos saltos arquitetônicos e microarquitetônicos.   Se as promessas forem postas em prática, o Mali-G77 deve ser capaz de fazer até o dobro de trabalho que um núcleo do modelo anterior faria. 

 

CPU Cortex-A77

O novo Cortex-A77 é uma evolução direta do seu antecessor e representa a segunda instância da família de núcleos Austin da Arm. Ele é baseado no design do Cortex-A76 e promete uma melhoria de desempenho de 20% na mesma velocidade de clock. Além disso, ele  adiciona uma quarta ALU, que aumenta a velocidade de execução inteira em até 50%

O novo núcleo  pode fazer operações simples (adicionar e subtrair) em um único ciclo e foi melhorado para realizar operações complexas (multiplicar) em 2-3 ciclos - o modelo antigo precisava de 4.

A Arm melhorou a precisão do preditor de ramificação (branch predictor) e adicionou uma segunda porta de previsão que ajudará a fornecer dados para a nova ALU mais rápido. Um segundo pipeline do AES (Advanced Encryption Standard) também foi acrescentado para acelerar a criptografia e a descriptografia.

A empresa afirma que o núcleo foi desenvolvido para que os fornecedores possam simplesmente atualizar o SoC IP sem muito esforço.

No geral, parece que os chipset que dependem da ARM gráficos - como o Exynos, Kirin e Helio - terão bons ganhos em um futuro próximo.

Via: Anandtech (1), Anandtech (2), GSM Arena

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Smartphones Galaxy A30 e A50s começam a receber Android 10 com interface One UI 2.0

Smartphones Galaxy A30 e A50s começam a receber Android 10 com interface One UI 2.0

A atualização já chegou em aparelhos funcionando na Índia e Vietnã


Todos os filmes indicados por Efeitos Visuais no Oscar usam Nvidia Quadro

Todos os filmes indicados por Efeitos Visuais no Oscar usam Nvidia Quadro

2020 foi o 12º ano consecutivo em que isso aconteceu


Celulares Galaxy S20 chegaram: Vídeos em 8K, 16GB de RAM e câmera de 108MP a partir de US$999

Celulares Galaxy S20 chegaram: Vídeos em 8K, 16GB de RAM e câmera de 108MP a partir de US$999

Os novos smartphones da Samsung estarão disponíveis a partir do dia 6 de março


ARM revela CPU Cortex-M55 e NPU Ethos-U55 para caixas de som inteligentes e dispositivos IoT

ARM revela CPU Cortex-M55 e NPU Ethos-U55 para caixas de som inteligentes e dispositivos IoT

O foco principal dos dois novos produtos é o aprendizado de máquina


Chinesa Zhaoxin lança seu processador com oito núcleos KaiXian KX-6780A

Chinesa Zhaoxin lança seu processador com oito núcleos KaiXian KX-6780A

Processador foi produzido usando o processo de 16nm da TSMC