Agora é a vez da DJI? Governo dos EUA levanta suspeita de drones poderem roubar dados
Créditos: Time Magazine

Agora é a vez da DJI? Governo dos EUA levanta suspeita de drones poderem roubar dados

Departamento de Segurança diz que drones da DJI podem enviar dados "sensíveis" para a China

O Departamento de Segurança Nacional dos EUA (DHS - sigla em inglês) fez uma declaração pública nesta semana onde alerta para sua suspeita de que drones chineses podem estar recolhendo dados "sensíveis" de seus voos e mandando para as fabricantes em sua terra natal, onde o governo da China teria acesso a essas informações. A principal fabricante de drones atualmente é a DJI, uma empresa chinesa diretamente afetada por essa declaração.

20/05/2019 às 09:02
Notícia

Futuro da Huawei no ocidente é incerto após duro golpe do gov...

Google, Qualcomm, Intel, Broadcom e outras encerram negócios com a empresa

A declaração do DHS causa preocupação imediatamente para a empresa, já que foi exatamente assim que a situação da Huawei começou. Estima-se que aproximadamente 80% dos drones nos EUA são da DJI, o que seria um sério risco para a segurança do país se as suspeitas de espionagem forem verdadeiras, e que representa também uma grande liderança no mercado, algo que pode ser o real motivo para a briga, se as suspeitas não forem reais. Segundo o alerta da DHS:

"O governo dos Estados Unidos tem sérias preocupações a respeito de qualquer produto tecnológico que leve dados americanos para o território de um estado autoritário que permite seus serviços de inteligência terem acesso irrestrito a esses dados ou abusa desse acesso.

Essas preocupações se aplicam com igual magnitude a certos sistemas de aeronaves não tripuladas feitos na China capazes de coletar e transferir dados potencialmente reveladores sobre suas operações e indivíduos e entidades os operando, conforme a China impõe obrigações a seus cidadãos para apoiarem atividades nacionais de inteligência."

Continua depois da publicidade

A DJI respondeu às acusações numa declaração enviada ao pessoal do Gizmodo, que também noticiou a situação:

"Na DJI a segurança está no centro de tudo que fazemos, e a segurança de nossa tecnologia foi verificada de maneira independente pelo governo dos EUA e empresas líderes dos EUA. Nós damos aos consumidores controle total e completo de como seus dados são coletados, armazenados e transmitidos. Para o governo e clientes de infraestrutura que precisam de maiores garantias, nós oferecemos drones que não transferem dados para a DJI pela internet, e nossos clientes podem habilitar todas as precauções que a DHS recomenda."

Fonte: DroneDJ, Gizmodo
User img

João Gabriel Nogueira

Nasa confirma que foi hackeada por quase um ano por um Raspberry Pi de US$35

Nasa confirma que foi hackeada por quase um ano por um Raspberry Pi de US$35

O hacker roubou cerca de 500MB de dados, com informações de artigos confidenciais


Mercado de smartphones premium cai 8% no primeiro trimestre do ano, mas 5G pode mudar isso

Mercado de smartphones premium cai 8% no primeiro trimestre do ano, mas 5G pode mudar isso

O segmento premium teve um declínio maior que o do mercado de smartphones global, que caiu 5%


Drone captura resultado da explosão de uma bomba da 2ª Guerra Mundial na Alemanha

Drone captura resultado da explosão de uma bomba da 2ª Guerra Mundial na Alemanha

De acordo com as autoridades, a bomba explodiu sem qualquer atividade externa


DJI Government Edition é a nova solução de drones de alta segurança

DJI Government Edition é a nova solução de drones de alta segurança

Anúncio seria uma resposta a preocupações do Governo dos EUA com a empresa chinesa


DJI anuncia que começará a fabricar drones governamentais dentro dos EUA

DJI anuncia que começará a fabricar drones governamentais dentro dos EUA

Companhia busca fortalecer confiança norte-americana em meio a guerra fiscal com a China