Agora é a vez da DJI? Governo dos EUA levanta suspeita de drones poderem roubar dados
Créditos: Time Magazine

Agora é a vez da DJI? Governo dos EUA levanta suspeita de drones poderem roubar dados

Departamento de Segurança diz que drones da DJI podem enviar dados "sensíveis" para a China

O Departamento de Segurança Nacional dos EUA (DHS - sigla em inglês) fez uma declaração pública nesta semana onde alerta para sua suspeita de que drones chineses podem estar recolhendo dados "sensíveis" de seus voos e mandando para as fabricantes em sua terra natal, onde o governo da China teria acesso a essas informações. A principal fabricante de drones atualmente é a DJI, uma empresa chinesa diretamente afetada por essa declaração.

20/05/2019 às 09:02
Notícia

Futuro da Huawei no ocidente é incerto após duro golpe do gov...

Google, Qualcomm, Intel, Broadcom e outras encerram negócios com a empresa

A declaração do DHS causa preocupação imediatamente para a empresa, já que foi exatamente assim que a situação da Huawei começou. Estima-se que aproximadamente 80% dos drones nos EUA são da DJI, o que seria um sério risco para a segurança do país se as suspeitas de espionagem forem verdadeiras, e que representa também uma grande liderança no mercado, algo que pode ser o real motivo para a briga, se as suspeitas não forem reais. Segundo o alerta da DHS:

"O governo dos Estados Unidos tem sérias preocupações a respeito de qualquer produto tecnológico que leve dados americanos para o território de um estado autoritário que permite seus serviços de inteligência terem acesso irrestrito a esses dados ou abusa desse acesso.

Essas preocupações se aplicam com igual magnitude a certos sistemas de aeronaves não tripuladas feitos na China capazes de coletar e transferir dados potencialmente reveladores sobre suas operações e indivíduos e entidades os operando, conforme a China impõe obrigações a seus cidadãos para apoiarem atividades nacionais de inteligência."

A DJI respondeu às acusações numa declaração enviada ao pessoal do Gizmodo, que também noticiou a situação:

"Na DJI a segurança está no centro de tudo que fazemos, e a segurança de nossa tecnologia foi verificada de maneira independente pelo governo dos EUA e empresas líderes dos EUA. Nós damos aos consumidores controle total e completo de como seus dados são coletados, armazenados e transmitidos. Para o governo e clientes de infraestrutura que precisam de maiores garantias, nós oferecemos drones que não transferem dados para a DJI pela internet, e nossos clientes podem habilitar todas as precauções que a DHS recomenda."

Fonte: DroneDJ, Gizmodo
User img

João Gabriel Nogueira

Só 1% dos estadunidenses acha a entrada para fones de ouvido no celular realmente importante

Só 1% dos estadunidenses acha a entrada para fones de ouvido no celular realmente importante

A maior parte se preocupa com preço, especificações e sistema operacional - confira a pesquisa!


Golpe que clona contas de WhatsApp já atingiu cerca de 8,5 milhões de brasileiros

Golpe que clona contas de WhatsApp já atingiu cerca de 8,5 milhões de brasileiros

Os danos vão desde vazamento de conversas privadas até pedidos de depósitos bancários


Tabela comparativa mostra como o Dji Mavic Mini pode se encaixar nos produtos da empresa

Tabela comparativa mostra como o Dji Mavic Mini pode se encaixar nos produtos da empresa

O drone ainda não foi confirmado, mas deve ser um dos menores da empresa, com 245 gramas


Especialistas em segurança alertam contra novo esquema de phishing para usuários da Apple

Especialistas em segurança alertam contra novo esquema de phishing para usuários da Apple

Golpistas miram em pessoas que acabaram de alterar sua senha para e-mail parecer mais realista


Tempo de trégua entre empresas dos EUA e Huawei pode ser prolongado por mais 90 dias

Tempo de trégua entre empresas dos EUA e Huawei pode ser prolongado por mais 90 dias

Sem essa renovação a Huawei estaria oficialmente banida de fazer transações comerciais com os EUA