Dados privados de 6 milhões de celebridades do Instagram são expostos
Créditos: Gerenciagram

Dados privados de 6 milhões de celebridades do Instagram são expostos

Informações foram publicadas em base de dados online, que depois foi descoberta

Os dados privados de seis milhões de contas de influenciadores e celebridades do Instagram vazaram recentemente, indo parar numa base de dados que foi publicada na internet. As informações comprometidas foram descobertas pelo analista de segurança Anurag Sen, que então contatou o site Tech Crunch.

21/03/2019 às 15:03
Notícia

Falha divulgada (e corrigida) ameaça expor senhas de milhões ...

Milhões de senhas foram armazenadas em texto escrito nos servidores do Facebook

De acordo com a fonte, foram obtidos mais de 49 milhões de entradas de informações que estavam hospedadas nos servidores da Amazon Web Services. A equipe de reportagem do Tech Crunch então foi atrás do culpado pelo vazamento, conseguindo traçar com sucesso a origem da base de dados para uma empresa indiana de marketing em redes sociais conhecida como Chtrbox.

A companhia tem sua sede em Mumbai e costuma pagar influenciadores do Instagram para postar propagandas em suas contas. A empresa teria adquirido os dados desses milhões de usuários para calcular os pagamentos adequados pelos conteúdos patrocinados.

Além dos números de telefone e dos emails dessas celebridades da rede social, a base de dados vazada ainda continha fotos de perfil, biografias, número de seguidores e caso os usuários tenham verificado sua localização usando o Instagram ou não.

"Nós estamos olhando para esse problema para entender se a data descrita – incluindo emails e números de telefones – veio do Instagram ou de outras fontes. Nós também estamos investigando com a Chtrbox para entender de onde vieram esses dados e como eles ficaram disponíveis publicamente".
- Comunicado oficial do Facebook, empresa-mãe do Instagram

Via: Neowin
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.