Huawei teria três meses de componentes estocados; empresa se pronuncia sobre a crise
Créditos: Diego Kerber (Mundo Conectado)

Huawei teria três meses de componentes estocados; empresa se pronuncia sobre a crise

Empresa chinesa comenta o bloqueio do Android e mantém lançamento da linha Honor para amanhã

[+update]: Recebemos o posicionamento oficial da Huawei no Brasil:

Todos os smartphones existentes do portfólio Huawei, ou seja, aqueles que já foram vendidos e aqueles que estão atualmente à venda e em estoque, podem ser usados normalmente e não serão afetados. Além disso, esses dispositivos podem continuar a usar e atualizar serviços do Google, como o Google Play, o Gmail, etc. Da mesma forma, esses produtos continuarão recebendo atualizações dos patches de segurança do Google e poderão atualizar, sem nenhum problema, todos os aplicativos disponíveis no Google Play, incluindo todos os aplicativos de terceiros.

Aproveitando a atualização no assunto, temos também um vídeo falando dessa disputa entre o governo americano e a empresa chinesa.

[+texto original]: Com a situação crítica causada pela ordem executiva do governo americano, que bloqueou transações entre empresas operando nos Estados Unidos e a Huawei, a empresa chinesa soltou um pronunciamento oficial sobre a crise. Em meio a tantas incertezas, os primeiros movimentos são bastante comedidos, com o seguinte comentário (publicado no WinFuture):

A Huawei fez contribuições substanciais para o desenvolvimento e crescimento do Android pelo mundo. Como uma das parceiras-chave globais do Android, temos trabalhado de forma muito próxima com a plataforma open-source para criar um ecossistema que beneficie tanto o consumidor quanto a indústria.

A Huawei vai continuar provendo updates de segurança e serviços de pós-venda para todos os smartphones e tablets Huawei e Honor, incluindo todos os aparelhos vendidos ou em estoque globalmente.

Nós continuamos a construir um ecossistema de software seguro e sustentável, em ordem para prover a melhor experiência para nossos consumidores globalmente.

- comunicado da Huawei, traduzido do inglês

20/05/2019 às 09:02
Notícia

Futuro da Huawei no ocidente é incerto após duro golpe do gov...

Google, Qualcomm, Intel, Broadcom e outras encerram negócios com a empresa

O golpe sofrido pela empresa já estava sendo antecipado, inclusive com a empresa trabalhando no desenvolvimento de um sistema operacional próprio para não depender do Android. De acordo com a Bloomberg, a Huawei também já estava estocando componentes, se preparando para as sansões do governo americano, e as estimativas indicam que ela é capaz de manter a produção de smartphones por um período de três meses.

A empresa vem fazendo preparativos desde a metade de 2018, com a compra emquantidades agressivas de componentes e também o desenvolvimento acelerado de equivalentes próprios. Além de ser uma líder na fabricação de modens e componentes para conectividade, inclusive no 5G, a empresa possui uma linha própria de sistemas-em-um-chip (SoC), os Kirin, sendo esse um chip muito relevante para a produção de um celular.

10/05/2019 às 15:43
Notícia

Modo noturno do Honor 20 Pro pode superar P30 Pro em baixas c...

A câmera do aparelho pode ter mais resolução e abertura maior, além da matriz de cores RYYB

Mesmo com a empresa no olho do furacão da briga comercial entre China e Estados Unidos, a Huawei manteve o evento que realizará amanhã em Londres, onde deve fazer o anúncio de seu novo aparelho, o Honor 20. A linha Honor é uma sub-marca da Huawei, então como outros produtos da empresa chinesa, também deve ser afetada pelas imposições do governo Trump.

Via: WinFuture Fonte: Bloomberg
Huawei P30 e P30 Pro recebem atualização estável da EMUI 10

Huawei P30 e P30 Pro recebem atualização estável da EMUI 10

Fabricante promete update de outros smartphones seus até dezembro


DxOMark: iPhone 11 Pro Max supera Huawei P30 Pro, mas não é o melhor em câmeras

DxOMark: iPhone 11 Pro Max supera Huawei P30 Pro, mas não é o melhor em câmeras

Smartphone divide o lugar com Galaxy Note 10+, está atrás apenas do Mate 30 Pro e Mi CC9 Pro (Mi Note 10)


Licença que vai permitir comércio entre empresas dos EUA e Huawei será liberada em breve

Licença que vai permitir comércio entre empresas dos EUA e Huawei será liberada em breve

O governo dos EUA vai liberar a negociação, desde que não apresente ameaças a segurança


Xiaomi Mi CC9 Pro Premium empata com Huawei Mate 30 Pro no DxO Mark

Xiaomi Mi CC9 Pro Premium empata com Huawei Mate 30 Pro no DxO Mark

Ambos smartphones tiraram nota 121 para a câmera principal no site de teste de câmeras


Huawei irá lançar EMUI 10 para 33 smartphones diferentes até dezembro

Huawei irá lançar EMUI 10 para 33 smartphones diferentes até dezembro

Fabricante divulgou planejamento da disponibilização das atualizações baseadas no Android 10