SpaceX adia lançamento dos 60 satélites da Starlink
Créditos: Business Insider

SpaceX adia lançamento dos 60 satélites da Starlink

O objetivo da iniciativa é levar internet via satélite para diversas regiões do mundo

O aguardo lançamento dos satélites da Starlink, que prometem levar internet para diversos lugares no globo, foi adiado pela SpaceX. A empresa liderada por Elon Musk anunciou ontem,16, no Twitter que a operação será realizada na semana que vem e o motivo do atraso são melhorias necessárias no software.

"Adiamos para atualizar o software e vamos revisar tudo novamente. Sempre queremos fazer todo o possível para maximizar o sucesso da missão. A próxima janela de lançamento é em aproximadamente uma semana", esclareceu a empresa na rede social, que tinha marcado o lançamento para a noite de ontem.

No começo da semana, a SpaceX deu detalhes sobre a missão e também apresentou imagens dos 60 satélites que vão entrar em órbita futuramente. Cada um dos objetos pesa cerca de 227 quilos e vai ajudar a companhia no domínio de mercado de internet. Para colocar os dispositivos no espaço, a companhia utilizará o famoso foguete Falcon 9, que é reutilizável. 

O objetivo da SpaceX é ganhar até 5% do mercado de internet global com a Starlink, o que renderá, anualmente, cerca de US$ 30 bilhões para a companhia. A rede deve começar a funcionar quando 800 satélites estiverem em órbita, mas Elon Musk tem permissão para colocar até 12 mil dispositivos no espaço. 

25/04/2019 às 14:41
Artigo

Além da Tesla: Conheça as outras empresas de Elon Musk

Bilionário excêntrico diz passar 90% de seu tempo trabalhando na SpaceX e Tesla

Devido a grande quantidade de objetos espaciais que vai entrar em órbita, a empresa vai equipar os satélites com tecnologia anti-colisão e está preparando o software que vai gerenciar o sistema para evitar eventuais erros.

Como o lançamento foi adiado para semana que vem, resta agora esperar por mais novidades sobre o projeto. Fique ligado no Twitter da SpaceX para não perder as novidades em primeira mão.

Fonte: SpaceX
User img

Mateus Mognon

Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Tesla é autorizada a continuar construção da Gigafactory na Alemanha

Tesla é autorizada a continuar construção da Gigafactory na Alemanha

Obra deve desmatar cerca de 92 hectares de floresta local


Elon Musk: Inteligência artificial avançada deve ser regulada

Elon Musk: Inteligência artificial avançada deve ser regulada

Executivo acredita que isso deve ser regulado por governos e por órgãos internacionais como a ONU


SpaceX deve levar primeiros turistas ao espaço em 2021

SpaceX deve levar primeiros turistas ao espaço em 2021

Empresa diz que início de 2022 seria a data limite para começar as viagens


Tesla no Brasil? Ministro estaria negociando fábrica

Tesla no Brasil? Ministro estaria negociando fábrica

Vinda da empresa para cá coincidiria com lei que beneficia veículos elétricos no país


Google Station, programa que disponibiliza Wi-Fi grátis ao redor do mundo, será encerrado

Google Station, programa que disponibiliza Wi-Fi grátis ao redor do mundo, será encerrado

No Brasil, o serviço havia chegado em 2019 nos estados de São Paulo e Ceará