Análise do LG K12+: Celular competente pra quem procura um aparelho

Análise do LG K12+: Celular competente pra quem procura um aparelho "quebra-galho"

Smartphone tem boa performance, mas design barato e câmera bem mais ou menos

O LG K12+ é um smartphone de entrada, algo que raramente testamos por aqui. O aparelho tem uma proposta diferente e será avaliado assim, então vamos discutir nessa review se este celular é uma boa opção para quem procura o melhor custo x benefício!

Preços

Preço no lançamentoR$ 1.200,00 25/04/2019R$ 1.499,00 07/11/2018R$ 1.399,00 07/02/2019
Preço atualizadoR$ 880,00 26/06/2019R$ 990,00 26/06/2019R$ 990,00 26/06/2019

Ficha Técnica

FabricanteLG Motorola Motorola
Site oficialLinkLinkLink

Display

Tamanho5,7 polegadas5,9 polegadas6,2 polegadas
Resolução720 x 1440 720 x 1520 720 x 1520
TecnologiaTFT IPS LTPS IPS LCD
ProteçãoCorning Gorilla Glass Gorilla Glass 3

Câmera

Traseira16MP 13MP + 2MP 12MP
Vídeos1080p [email protected] [email protected]
Frontal8MP 8MP 8MP
DetalhesCâmeras com abertura f2.0 e HDR Abertura de f/2.0 e f/2.4 Traseira abertura f/2.0, Frontal abertura f/2.2

Especificações

Sistema OperacionalAndroid 8.1 Oreo Android 8.1 Android 9 Pie
ProcessadorMedia Tek MT6762 Qualcomm Snapdragon 625 Qualcomm Snapdragon 632
Número de núcleos8 8 8
Clock2.0 GHz 2.0 1.8 GHz
GPUPowerVR GE8320 Adreno 506 Adreno 506
Memória RAM3 GB4 GB3 ou 4 GB
Armazenamento interno32 GB64 GB32 ou 64 GB
Cartão microSD2TB Até 256 GB Até 512GB
Bateria3.000 mAh3000 mAh5.000 mAh
Dimensões153,0 x 71,9 x 8,3 mm149,9 x 72,2 x 8 mm159,4 x 76 x 9,3 mm
Peso150 g162 g193 g
Portas de conexãoMicro USB USB Tipo-C USB-C
REDE4G LTE LTE
Tipo de cartão SIMDual SIM (nano) Nano-SIM Dual Nano SIM

Recursos

Leitor de DigitalSIM SIM SIM
ResistênciaMIL-STD 810G NÃO NÃO
RadioSIM SIM SIM
Bluetooth5.0 4.2 4.2
Carregamento sem fioNÃO NÃO NÃO
NFCSIM SIM
GPSSIM SIM A-GPS, GLONASS, GALILEO
ExtrasResistência Militar, Som DTS X: 3D Sistema Android One

Design e Tela

O K12+ é construído em plástico, com uma camada de tinta metalizada, para dar a ilusão da construção em metal que costumamos encontrar em aparelhos mais caros. Pessoalmente, não sou um grande desse tipo de tinta. Ela risca bastante, como já podemos ver na traseira do aparelho que testamos, e as camadas mais brilhantes, como as laterais do K12+ têm uma forte tendência a descascar. Não temos como saber se é o caso para este modelo, por causa do tempo de testes, mas não costuma levar mais de um ano para a tinta começar a descascar nesse tipo de pintura. Outro problema da pintura metálica no plástico da parte de trás é que os arranhões e riscos, comuns nesse tipo de material, acabam ficando destacados.

A pintura metálica sobre o plástico é boa para efeito, mas não para durabilidade

A parte de trás do smartphone é onde fica também o sensor de digitais do aparelho, que vamos comentar na parte de recursos. Ele conta com uma câmera principal, que faz um conjunto com o flash. Na parte da frente do smartphone temos, além da câmera frontal, um flash também, o que é sempre bem-vindo.

A tela do K12+ não tem nada de especial, mas é satisfatória. Está dentro do que esperamos para o segmento do aparelho, com um bom poder de brilho e um balanço de cores adequado. Ela não chega a ser bonita e chamar a atenção, mas vem com um bom tamanho e uma resolução adequada para o mercado que a LG está buscando com este celular.

Performance

A performance do K12+ não é das piores, mas o aparelho tem uma certa tendência a esquentar. Usando aplicativos leves e games simples, o celular consegue se segurar com certa tranquilidade, mesmo com vários apps abertos ao mesmo tempo. Ocasionais engasgos ou ter que esperar mais um pouco para saltar de um app para o outro é de se esperar neste segmento de preço, então não acaba sendo um grande problema ou fator tão negativo para o smartphone. Alguns jogos mais pesados já trazem mais problemas para o aparelho. 

Como sempre, testamos o desempenho de PUBG no celular, e o jogo não fica muito bom aqui. A configuração sugerida é com os gráficos no baixo e, mesmo jogando assim, o game ainda dá umas travadas e engasgos que são bem complicados num jogo competitivo. No meio de uma troca de tiros, uma travada, mesmo que pequena, pode ser a diferença entre ganhar ou perder. E se já fica assim com os gráficos no baixo, não dá pra cogitar tentar deixar o jogo mais bonito, vai rodar pior ainda.

O K12+ não vai rodar qualquer jogo que você quiser, mas o Free Fire se sai bem!

Outro game popular pesado que "sua" para rodar é Asphalt 9. O jogo perde vários frames e a experiência fica simplesmente péssima, sendo que o visual deste jogo é um de seus maiores atrativos. Fortnite nem abre, o processador não está na lista dos aceitos pelo jogo.

E é aqui que Free Fire mostra um dos principais motivos de sua popularidade: o jogo se saiu muito bem no K12+. Mesmo em smartphones mais baratos e com menos performance como neste, o game ainda pode ser jogado sem grandes problemas e oferecer uma experiência bastante satisfatória.

Autonomia

Na parte da autonomia o smartphone decepciona um pouco. Se tem uma vantagem que esperamos obter comprando um celular mais barato, além de economizar dinheiro, é claro, é a duração da bateria. O K12+ não chega a ter uma autonomia ruim, mas com certeza não está entre as melhores.

Pelo segmento do K12+, esperava mais da autonomia deste aparelho.

O aparelho aguenta um dia inteiro e, muitas vezes, até mais do que isso. Mas não chegou nenhuma vez a dois dias e o mais normal foi recarregar sempre o K12+ no fim do dia. É importante esclarecer que isso é o padrão para dispositivos topo de linha, mas, num smartphone que precisa alimentar um processador mais fraco, uma tela com menos resolução e câmeras com menos tecnologias, já acostumamos a esperar pelo menos uma duração maior no uso diário da bateria.

Câmera

O LG K12+ não se sai muito mal na hora de tirar fotos. Claro que, levando em conta seu segmento de preço, não dá para esperar fotos impressionantes com a câmera deste smartphone, mas a qualidade ainda é bem satisfatória e dá para fazer algumas imagens bonitas em condições ótimas de luminosidade.

E eu digo "condições ótimas" de propósito, porque é só ficar um ambiente um pouco mais escuro que as fotos já sentem o impacto. Fotos no escuro sempre são um problema para qualquer dispositivo móvel - devido ao espaço reduzido onde deve ficar a câmera, fica complicado criar soluções capazes de captar mais luz para a foto sair boa. Mas, no caso do K12+, as coisas ficam especialmente complicadas no escuro, com umas fotos saindo descartáveis.

A câmera frontal tem menos qualidade, como seria de se esperar, mas seu maior problema é o software mesmo, o aplicativo de câmera do K12+, que não é dos melhores. Pra começar, não dá para desligar completamente o "embelezador", só é possível deixar na configuração mínima, que ainda faz alterações visíveis na imagem. O celular, no entanto, se sai melhor no modo retrato do que eu esperava, por ter apenas uma câmera frontal e decepcionar em outros aspectos das fotos.

E o flash frontal, um recurso sempre bem-vindo nos aparelhos, não tem função automática. O usuário precisa optar entre ligado ou desligado apenas. Ou seja, para bater uma foto usando o flash, precisa estar com aquela luz forte ligada à toda diretamente na cara. Não tem como sair boa a imagem, basicamente tornando o flash frontal um recurso inútil neste aparelho.

Já a capacidade para vídeo do K12+ merece seus elogios. Não há nenhuma estabilização, mas o aparelho até se comporta bem nos ajustes de foco e luminosidade dentro do que seus sensores permitem:

O LG K12+ tira fotos em 4K, mas as imagens foram tratadas para não pesar demais a análise. Para conferir uma foto tirada pelo celular sem edições, clique neste link.

Recursos e Extras

Sendo um aparelho entre o segmento de entrada e intermediário, o K12+ não vem com muitos recursos extras. O aparelho conta com um botão de atalho para assistente digital, o que é um diferencial em relação a seus competidores diretos, mas não é grande novidade ou vantagem no geral. Seria mais interessante se ele pudesse ser customizado para outras ações, o que não é o caso.

O sensor de digitais, localizado na traseira do smartphone, não é dos melhores. É comum precisar de mais de uma tentativa para destravar o celular e, mesmo quando ele reconhece o dedo de primeira, o destravamento não chega a ser imediato, dando aquele pequeno tempo de carregamento que mal leva um segundo, mas que ainda é bem perceptível.

Talvez um dos maiores diferenciais para o LG K12+ é sua resistência, que conta com o selo MIL-STD 810G de resistência militar. Isso significa que o aparelho passou por testes variados de choque, temperatura e pressão e se saiu bem, oferecendo mais longevidade ao dispositivo e segurança para o usuário não se preocupar tanto com alguns tombos ocasionais. 

Conclusão

A LG tenta entregar um aparelho confiável com um preço acessível com o K12+. O problema é que, mesmo por si só, o celular não é tão confiável assim. Ele conta com uma boa tela e câmeras competentes para o segmento, mas a performance não é muito satisfatória e a autonomia simplesmente não é das melhores. E se compararmos o K12+ com outros dispositivos, o smartphone fica numa posição ainda pior.

{notas}

Por um preço parecido ou investindo apenas uns R$ 100 ou R$ 200 a mais, o comprador já consegue um smartphone com duas câmeras traseiras, ou uma bateria enorme, ou qualquer outro diferencial que realmente destaque o aparelho. O K12+ não se sai realmente bem em nenhuma das suas características, se tornando um aparelho que mal chega no básico.

O K12+ não tem diferenciais para se sobressair em relação à concorrência

A câmera principal tira fotos boas em condições adequadas de luz, se saindo mal no escuro, o que é normal. Já a câmera frontal é "sabotada" pelo péssimo app do aparelho, algo que pode ser resolvido baixando outro aplicativo, claro, mas que ainda conta como ponto negativo.

O K12+ tem um preço atrativo, mas com um pequeno investimento a mais é possível comprar aparelhos bem melhores, com pelo menos algum destaque em suas listas de características. realmente tornando este celular difícil de recomendar.

Flash frontal{/pros}Cor diferenciada pode ser um atrativo{/pros}Resistência MIL-STD 810G{/pros}
Pouca autonomia pro segmento onde está{/contras}Sensor de digitais pouco preciso{/contras}Não dá pra desligar o "embelezador" na câmera frontal{/contras}

User img

João Gabriel Nogueira

Positivo Tecnologia apresenta lucro líquido de 11,1 milhões no trimestre

Positivo Tecnologia apresenta lucro líquido de 11,1 milhões no trimestre

Bom resultado nas vendas de smartphones e no mercado de servidores impulsionaram as receitas


Motorola anuncia One Action, smartphone com câmera exclusiva para vídeos de ação

Motorola anuncia One Action, smartphone com câmera exclusiva para vídeos de ação

O dispositivo possui a mesma proposta de câmeras GoPro e dedica a terceira lente para isso


Samsung Galaxy A91 teria 4 câmeras, incluindo principal de 108MP [Rumor]

Samsung Galaxy A91 teria 4 câmeras, incluindo principal de 108MP [Rumor]

Vaza roadmap da Samsung com supostas especificações da série Galaxy A para 2020


Huawei revela lista de datas para chegada da EMUI 10 - P30 e P30 Pro em 8 de setembro

Huawei revela lista de datas para chegada da EMUI 10 - P30 e P30 Pro em 8 de setembro

Lista inclui também atualizações da Magic UI 3.0 para linha Honor


PlayGalaxy Link, o streaming de games do PC para o Note 10, deve chegar em setembro

PlayGalaxy Link, o streaming de games do PC para o Note 10, deve chegar em setembro

Parceria entre Samsung e Microsoft vai permitir rodar o jogo no seu PC e jogar no smartphone