Disney agora é dona do Hulu, serviço de streaming concorrente da Netflix
Créditos: Axios

Disney agora é dona do Hulu, serviço de streaming concorrente da Netflix

A plataforma é uma das principais apostas da empresa no mercado de streaming

A Disney deu mais um grande passo no mercado de vídeos sob demanda, e não estamos falando do Disney+: a companhia fechou um acordo com a Comcast e agora é a dona do Hulu, plataforma de streaming que é uma joint-venture criada por grandes companhias do setor de entretenimento e é responsável por séries premiadas como "A Handmaid's Tale".

Formado em uma parceria entre Disney, Fox, AT&T e Comcast, o serviço oferece um catálogo de conteúdos on-demand, produções originais e também conta com transmissão de TV ao vivo, um dos principais diferenciais da plataforma contra a Netflix, que domina o mercado de streaming atualmente. O Hulu também possui um plano gratuito e com anúncios, o que garante mais abrangência ao negócio.


A Handmaid's Tale, um dos principais programas do serviço de streaming. Imagem: Hulu

Após ter comprado a Fox, a Disney se tornou a acionista majoritária do Hulu, com mais de 60% de participação na iniciativa. Em março, a AT&T abriu mão de sua parte do negócio, deixando o comando nas mãos da dona do Mickey Mouse e da Comcast, que possuía cerca de 33% das shares da joint-venture.

Com o acordo entre as companhias, a Disney agora assume toda a parte operacional do Hulu e ficará responsável pelo controle da plataforma, incluindo pelo conteúdo. A Comcast firmou um contrato para vender suas ações em cinco anos e as duas empresas fecharam uma avaliação mínima do negócio de US$ 27,5 bilhões. Com isso, a dona do Mickey deve pagar pelo menos US$ 9,1 bilhões em janeiro de 2024.


Imagem: Variety

Vale ressaltar que na última vez que o Hulu foi avaliado foi em abril, após a venda da participação da AT&T, e o valor de mercado da plataforma foi de US$ 15 bilhões. Ou seja, a Disney está realmente interessada em assumir o comando do negócio.

Atualmente, o Hulu conta com cerca de 25 milhões de usuários, mas a Disney estima que o número deve subir para 60 milhões até 2024. O principal limitador da plataforma em comparação à Netflix é a disponibilidade: o serviço de streaming de El Gato tem presença global, enquanto a joint-venture só está disponível em alguns mercados, e o Brasil não é um deles. 

05/05/2019 às 14:00
Artigo

O Disney Plus vai matar a Netflix?

Serviço de streaming da Disney chega no fim do ano e promete ser grande e lucrativo

Com a chegada do Disney+, que deve aparecer no Brasil só em 2020, possivelmente a Disney vai integrar suas plataformas de conteúdo (incluindo também o ESPN+) para oferecer um catálogo mais completo para os consumidores.

Ao comentar a aquisição do Hulu, Bob Iger, o CEO da Disney, deu a entender que o serviço será expandido. "Agora, vamos poder integrar o Hulu completamente em nosso negócio direto ao consumidor".

A Netflix, que hoje conta com 149 milhões de assinantes e um valor de mercado de US$ 152 bilhões, aposta principalmente em conteúdo original para ganhar a fidelidade do público. Será que a empresa vai conseguir manter a soberania após as investidas da Disney no mercado de streaming? Deixe sua opinião nos comentários! 

Via: LA Times
Tesla V10: atualização traz YouTube, Netflix e Cuphead aos veículos

Tesla V10: atualização traz YouTube, Netflix e Cuphead aos veículos

Tudo isso poderá ser utilizado apenas com o carro estacionado


Android TV: Google Stadia chega ao sistema a partir de 2020

Android TV: Google Stadia chega ao sistema a partir de 2020

A informação vem do site XDA Developers, que conseguiu um slide de apresentação


Sony anuncia que consumidores finais poderão ter suas telas de cinema 16K em casa

Sony anuncia que consumidores finais poderão ter suas telas de cinema 16K em casa

Existem quatro opções de tamanho, mas o preço e disponibilidade ainda são mistérios


Empresa quer permitir que você controle drones reais remotamente

Empresa quer permitir que você controle drones reais remotamente

A vRotors também tem a ideia de promover uma série de competições com aeronaves e transmiti-las


Amazon Music agora está disponível no Brasil com os três primeiros meses grátis

Amazon Music agora está disponível no Brasil com os três primeiros meses grátis

Serviço oferece acesso a milhões de músicas sem anúncios