Disney agora é dona do Hulu, serviço de streaming concorrente da Netflix
Créditos: Axios

Disney agora é dona do Hulu, serviço de streaming concorrente da Netflix

A plataforma é uma das principais apostas da empresa no mercado de streaming

A Disney deu mais um grande passo no mercado de vídeos sob demanda, e não estamos falando do Disney+: a companhia fechou um acordo com a Comcast e agora é a dona do Hulu, plataforma de streaming que é uma joint-venture criada por grandes companhias do setor de entretenimento e é responsável por séries premiadas como "A Handmaid's Tale".

Formado em uma parceria entre Disney, Fox, AT&T e Comcast, o serviço oferece um catálogo de conteúdos on-demand, produções originais e também conta com transmissão de TV ao vivo, um dos principais diferenciais da plataforma contra a Netflix, que domina o mercado de streaming atualmente. O Hulu também possui um plano gratuito e com anúncios, o que garante mais abrangência ao negócio.


A Handmaid's Tale, um dos principais programas do serviço de streaming. Imagem: Hulu

Após ter comprado a Fox, a Disney se tornou a acionista majoritária do Hulu, com mais de 60% de participação na iniciativa. Em março, a AT&T abriu mão de sua parte do negócio, deixando o comando nas mãos da dona do Mickey Mouse e da Comcast, que possuía cerca de 33% das shares da joint-venture.

Com o acordo entre as companhias, a Disney agora assume toda a parte operacional do Hulu e ficará responsável pelo controle da plataforma, incluindo pelo conteúdo. A Comcast firmou um contrato para vender suas ações em cinco anos e as duas empresas fecharam uma avaliação mínima do negócio de US$ 27,5 bilhões. Com isso, a dona do Mickey deve pagar pelo menos US$ 9,1 bilhões em janeiro de 2024.


Imagem: Variety

Vale ressaltar que na última vez que o Hulu foi avaliado foi em abril, após a venda da participação da AT&T, e o valor de mercado da plataforma foi de US$ 15 bilhões. Ou seja, a Disney está realmente interessada em assumir o comando do negócio.

Atualmente, o Hulu conta com cerca de 25 milhões de usuários, mas a Disney estima que o número deve subir para 60 milhões até 2024. O principal limitador da plataforma em comparação à Netflix é a disponibilidade: o serviço de streaming de El Gato tem presença global, enquanto a joint-venture só está disponível em alguns mercados, e o Brasil não é um deles. 

05/05/2019 às 14:00
Artigo

O Disney Plus vai matar a Netflix?

Serviço de streaming da Disney chega no fim do ano e promete ser grande e lucrativo

Com a chegada do Disney+, que deve aparecer no Brasil só em 2020, possivelmente a Disney vai integrar suas plataformas de conteúdo (incluindo também o ESPN+) para oferecer um catálogo mais completo para os consumidores.

Ao comentar a aquisição do Hulu, Bob Iger, o CEO da Disney, deu a entender que o serviço será expandido. "Agora, vamos poder integrar o Hulu completamente em nosso negócio direto ao consumidor".

A Netflix, que hoje conta com 149 milhões de assinantes e um valor de mercado de US$ 152 bilhões, aposta principalmente em conteúdo original para ganhar a fidelidade do público. Será que a empresa vai conseguir manter a soberania após as investidas da Disney no mercado de streaming? Deixe sua opinião nos comentários! 

Via: LA Times
User img

Mateus Mognon

Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Samsung Display confirma encerramento na produção de LCD até o final de 2020

Samsung Display confirma encerramento na produção de LCD até o final de 2020

Justificativa seria queda na demanda por painéis do tipo e excesso de oferta


Xiaomi lança na Europa Mi TV 4S de 65 polegadas com tela 4K HDR

Xiaomi lança na Europa Mi TV 4S de 65 polegadas com tela 4K HDR

Modelo chega no mercado pelo preço aproximado de US$ 605


Netflix conversa com ator de Deadpool para novo live-action baseado em game

Netflix conversa com ator de Deadpool para novo live-action baseado em game

Nova adaptação será do arcade Dragon's Lair dos anos 80


Netflix reduz qualidade de streaming de vídeos no Brasil

Netflix reduz qualidade de streaming de vídeos no Brasil

Medida visa evitar a sobrecarga da rede


Netflix explica como está reduzindo sua qualidade de streaming

Netflix explica como está reduzindo sua qualidade de streaming

Empresa mantém as mesmas opções de resolução, mas vídeos têm bitrate reduzido