Google incentiva o desenvolvimento de aplicativos para o modo desktop do Android Q
Créditos: Reprodução/ YouTube: Android Developers

Google incentiva o desenvolvimento de aplicativos para o modo desktop do Android Q

O novo modo é similar ao Samsung DeX, mas não precisa de um acessório e possui mais recursos

Já faz dois meses que tivemos a confirmação de um modo desktop para o Android Q dentro do launcher do Android Open Source Project, mas a Google não revelou informações oficiais até a Google I/O deste ano. No dia 7 de maio, mais informações sobre o modo desktop foram reveladas junto com o esclarecimento de que a google está incentivando o desenvolvimento de aplicativos para esse estilo de display. O modo foi um dos temas da palestra "Crie aplicativos para dispositivos dobráveis, multi-display e telas grandes", que detalhou como desenvolvedores devem trabalhar com telas "não convencionais".

O modo desktop já foi trabalhado por outras empresas como a Samsung com o DeX, uma espécie de adaptador que transforma seu celular em um computador; mas, muitos aplicativos não tem suporte para as diferentes resoluções, e funcionam nas suas formas originais. Este é o problema que a Google quer resolver. O novo modo será capaz de abrir aplicativos simultaneamente no celular e em outro display; o desenvolvedor também poderá decidir em qual tela o aplicativo será iniciado e o usuário pode até usar um dos displays como teclado para controlar as diversas telas conectadas.

09/05/2019 às 20:00
Vídeo

As novidades do Android 10 Q apresentadas na Google I/O

O sistema traz legendas automáticas em vídeos, modo escuro, assistente de notificações e mais

Para jogos, Ian Lohe Chung, desenvolvedor da Gameloft, explicou que a empresa agora cria games dentro de um modelo chamado "dispositivo desconhecido". Isso significa que não é possível prever qual será o aparelho utilizado para rodar o jogo, então ele pode funcionar em todas as resoluções possíveis. Para isso, os designers colocam os elementos da interface nas bordas de diferentes formatos de telas, prevendo como o jogo será em diferentes resoluções enquanto trabalham. Ian também explicou que é importante dar suporte às diferentes formas de se jogar, como teclados, mouses, controles e o touch tradicional.

O modo Desktop representa um dos grandes objetivos do Android Q que é ser responsivo no maior número de dispositivos possível. Isso incluí Smartphones, Smart TVs, Chrome OS, computadores e os celulares dobráveis (Samsung Galaxy Fold e Huawei Mate x).

Agora só falta poder assistir YouTube em uma geladeira.

 

Via: Slash Gear, Xda Developers Fonte: Android Developers
User img

Tadeu Mattos

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.