HTC retira produtos de lojas virtuais e deve parar de vender para mercado asiático
Créditos: HTC

HTC retira produtos de lojas virtuais e deve parar de vender para mercado asiático

Smartphones da companhia não deverão mais estar disponíveis na China em breve

A HTC estaria planejando encerrar suas vendas no maior mercado de smartphones do mundo, a China, e em seus países vizinhos. A companhia já teria retirado uma série de produtos das lojas virtuais, incluindo de seu site oficial para a Ásia, e deverá se limitar a vender seus headsets de realidade virtual (VR) por lá.

22/02/2019 às 14:57
Notícia

Headset de VR standalone HTC Vive Focus Plus é anunciado com ...

Nova versão do Vive Focus traz como principal novidade um segundo joystick com acelerômetro

Através da rede social Weibo, a própria HTC já confirmou que seus espaços de vendas diretas nos populares sites Tmall e Jingdong ficarão temporariamente fechadas. Com isso, fica impossível de achar produtos como os smartphones topo de linha HTC U11 e HTC U11 Plus à venda na internet na China – o mesmo vale para outros aparelhos da companhia.

No ano passado, já havia sido especulado que a HTC iria deixar o mercado da Índia, onde eles não lançaram nenhum novo smartphone desde junho de 2018. Apesar disso, fala-se que a empresa baseada em Taiwan estaria negociando com operadoras locais para planejar um retorno ao país.

Continua depois da publicidade

De acordo com o site My Smart Price, a HTC ainda não está pronta para abandonar a China completamente. Eles recentemente reafirmaram sua intenção de lançar o Mobile Smart Hub 5G, um aparelho com tela sensível ao toque de 5 polegadas e que é capaz de fornecer conexão de internet sem fio para até vinte dispositivos ao mesmo tempo. Além da China, o produto ainda deverá ser lançado na América do Norte, na Europa e na Austrália em breve.

No quarto trimestre de 2018, a HTC registrou receitas de US$ 132,7 milhões (R$ 525,12 milhões em conversão direta). mas com um prejuízo total de US$ 90,6 milhões (R$ .358 milhões) Ao mesmo a companhia apresentou lucros líquidos de US$ 388 milhões (R$ 1,5 bilhão) no ano de 2018 – em comparação com uma perda de US$ 545 milhões (R$ 2,1 bilhão) em 2017.

Via: My Smart Price
Black Shark 2 Pro chega no dia 30 de julho - provavelmente com Snapdragon 855+

Black Shark 2 Pro chega no dia 30 de julho - provavelmente com Snapdragon 855+

Xiaomi revelou a data de lançamento sem detalhes, mas vazamento veio em seguida


DJI é banida pela empresa que fornece sistema de segurança para a polícia dos EUA

DJI é banida pela empresa que fornece sistema de segurança para a polícia dos EUA

A empresa de softwares Cape decidiu romper suporte para todas as empresas chinesas


Huawei Mate X aparece em registro na China e pode ser lançado em breve

Huawei Mate X aparece em registro na China e pode ser lançado em breve

Expectativa é que aparelho chegue até setembro


Razer Phone finalmente ganhará sua atualização para Android Pie em breve

Razer Phone finalmente ganhará sua atualização para Android Pie em breve

Após um ano sem atualizações da Razer, finalmente a empresa promete trazer a versão 9.0 do Android para o primeiro modelo


Xiaomi divulga vídeo de desmontagem do novo Mi A3

Xiaomi divulga vídeo de desmontagem do novo Mi A3

Smartphone chega ao mercado como um dispositivo intermediário com uma boa configuração de câmeras