EUA estuda implantar sistema de identificação remota para drones

EUA estuda implantar sistema de identificação remota para drones

Medida deve facilitar o controle do espaço aéreo e impedir as aeronaves de voar em lugares ilegais

Os drones são uma grande tendência e precisam de atenção. Recentemente, vimos um aeroporto interrompendo suas atividades e prejudicando 110 mil passageiros no aeroporto mais movimentado de Londres, tudo por causa de um drone voando em espaço aéreo não permitido.

E é pensando em evitar esse tipo de situação que dois senadores nos Estados Unidos estão pressionando Elaine Chao, secretária do transporte, a validar um sistema de identificação remota em drones. Isso, na teoria, garantirá mais privacidade, segurança e deve dar mais sustentação legal contra algum drone voando sem autorização.

Em resposta, Chao começou propondo novas regras incluindo incorporar os drones nas leis do sitema nacional de espaço aéreo norte americano (NAS). E para que essas mudanças sejam feitas, a FAA (Federal Aviation Administration) aponta que é necessária a implementação de uma identificação remota.

21/04/2019 às 10:24
Artigo

O que é e como funciona o DJI NFZ (No Fly Zone)?

Função de GEO Zonas faz parte do aplicativo DJI GO 4 que controla drones da empresa

Essa identificação é digital e reunirá informações do drone, de quem está pilotando e a licença para voar no local. Funciona de maneira semelhante a dos carros, mas apenas digital, o que interessa é a frequência emitida pela aeronave e os dados contidos na identificação.

Apesar de esse modelo de controle do espaço aéreo estar sendo muito abordado recentemente, ele já é antigo e vêm sendo alvo de discussões há anos. A DJI é uma das empresas que está tomando frente nas propostas de identificação remota, marcando presença nas reuniões e eventos.

Continua depois da publicidade

Com as diferentes partes em acordo, esse sistema será uma exigência e seguirá um padrão, facilitando a identificação das aeronaves. Vale lembrar que essa é uma discussão dos Estados Unidos, mas que no futuro pode servir como base do sistema de controle de drones de outros países como o Brasil. Para ler mais sobre o Remote ID, você pode acessar a página oficial do programa aqui.

Aqui no Mundo Conectado, explicamos em um artigo como funciona o DJI NFZ (No Fly Zone), que demonstra áreas proibidas de voos e estabelece outras restrições.

Via: DPreview Fonte: Kitty Hawk
Parrot não vai encerrar sua divisão de drones para consumidores [ +UPDATE]

Parrot não vai encerrar sua divisão de drones para consumidores [ +UPDATE]

Linhas Mambo e Swing deixarão de existir e empresa focará em mercado corporativo


Hasselblad apresenta edição especial da câmera 907X em parceria com a NASA

Hasselblad apresenta edição especial da câmera 907X em parceria com a NASA

Máquina fotográfica celebra 50 anos da chegada da humanidade à Lua


Receita Federal apreende R$ 150 mil em eletrônicos após ostentação em redes sociais

Receita Federal apreende R$ 150 mil em eletrônicos após ostentação em redes sociais

Suspeita surgiu quando perfil de loja publicou foto com diversos celulares


DJI é banida pela empresa que fornece sistema de segurança para a polícia dos EUA

DJI é banida pela empresa que fornece sistema de segurança para a polícia dos EUA

A empresa de softwares Cape decidiu romper suporte para todas as empresas chinesas


Elon Musk diz que testes do chip cerebral em humanos deve começar no próximo ano

Elon Musk diz que testes do chip cerebral em humanos deve começar no próximo ano

A tecnologia está sendo desenvolvida por uma startup financiada pelo CEO da Tesla